Inusitado Polícia recebe denúncia anônima de maus-tratos e se depara com animal de plástico

Por: Estado de Minas

Publicado em: 09/05/2019 21:37 Atualizado em: 09/05/2019 23:13

Foto: Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação
Foto: Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação
Um cachorro, preso a correntes, sentado na porta de uma casa, guardando o local por dias a fio sem ter o que comer ou beber. Tal fato geraria inúmeras denúncias de maus-tratos. Aconteceu no vasto interior de Minas Gerais. O problema é que se tratava de engano ou trote. De uma forma ou de outra, policiais perderam tempo checando a ocorrência, além do gasto com dinheiro do contribuinte.

Na Região Sul de Minas, mais precisamente na zona rural de Baependi, um casal de idosos mantinha, acorrentado na porta de casa, uma réplica de um cachorro da raça rottweiler feito de plástico. Quem passava à distância, sendo mal-intencionado, pensaria duas vezes em chegar perto, argumentavam os donos do imóvel. A estratégia, porém, causou a confusão.

Foto: Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação
Foto: Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação

Por ter recebido denúncia anônima, a Polícia Militar de Meio-Ambiente de São Lourenço, distante cerca de 80 quilômetros do local, foi conferir o caso. Para surpresa dos policiais, e também dos donos do imóvel que não esperavam pela averiguação, não havia ali maus-tratos. O casal de idosos até tem um cachorro, de fato, mas que vive solto, dentro e fora de casa e que passa bem.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.