encontrado Após 38 anos, polícia encontra bebê roubado no Distrito Federal

Por: Alan Rios

Publicado em: 25/04/2019 09:30 Atualizado em:

O filho de Sueli foi roubado na porta do Hospital Regional do Gama, em 1981. Foto: Ed Alves/Esp. CB/D.A Press
O filho de Sueli foi roubado na porta do Hospital Regional do Gama, em 1981. Foto: Ed Alves/Esp. CB/D.A Press
Após 38 anos, uma moradora do Distrito Federal finalmente descobriu o paradeiro do filho roubado na porta do Hospital Regional do Gama, há 38 anos. Sueli Gomes da Silva tinha apenas de 16 anos quando confiou em uma funcionária do abrigo onde ela vivia: deixou que a mulher segurasse a criança, pois, precisava fazer uma ligação. O ano era 1981. Quando Sueli voltou do orelhão, o filho, luiz Miguel, já não estava mais com a mulher. Após 38 anos, um exame de DNA confirmou que ele é homem feito e vive em João Pessoa (PB). 

À polícia, Sueli conta que conhecia a mulher em quem confiou o filho por alguns instantes desde que ela tinha ido morar no abrigo, aos 9 anos. Ao retornar do orelhão para a porta do hospital, somente a mulher permanecia no local e ordenou que ela esquecesse o bebê e ficasse calada.

A jovem tentou encontrar seu filho durante muito tempo, mas não descobria nenhuma pista. Em 2013, ela decidiu registrar um boletim de ocorrência do desaparecimento. Segundo a Polícia Civil, naquele mesmo ano foi iniciada uma investigação para descobrir onde estava Luís e quem eram os responsáveis pelo crime. 

Casos semelhantes 
Não é a primeira vez que  Em 2017, a cidade reviveu o drama de do sequestro de um recém-nascido dentro de um hospital. Um recém-nascido foi sequestrado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). A história é semelhante à de Pedro Rosalino Braule Pinto, o Pedrinho, levado da maternidade de um hospital particular em 1986.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.