Redes Sociais Regina Duarte faz post em apoio a Bolsonaro e recebe críticas de Patrícia Pillar Através de comentário feito na postagem, Patrícia usou vários argumentos para indicar que o candidato do PSL não seria capaz de ocupar o cargo de presidente do Brasil

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/10/2018 21:50 Atualizado em: 11/10/2018 22:07

Foto: Globo/Divulgação
Foto: Globo/Divulgação

Na tarde desta quinta-feira (11), a atriz Regina Duarte, da Rede Globo, que já havia sinalizado o apoio ao presidenciável Jair Messias Bolsonaro (PSL), usou as redes sociais para fazer novas críticas ao Partido dos Trabalhadores, do candidato Fernando Haddad.

A atriz global compartilhou uma imagem com uma comparação entre o salário mínimo e outra quantia com a indicação de "Bolsa Presidiário", fazendo referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A imagem ainda traz o questionamento: Tem certeza que o PT sabe governar?" 

 

Após a publicação, a atriz Patrícia Pillar, colega de emissora, rebateu a postagem por meio de comentário, assumindo uma posição contra Bolsonaro. Patrícia usou vários argumentos para indicar que o candidato do PSL não seria capaz de ocupar o cargo de presidente do Brasil. “Com toda admiração e respeito que tenho por você Regina, faço aqui uma ponderação: de antemão te digo que nunca fui petista, minha preocupação é com o Brasil”, iniciou. “Mas você acha que a solução neste momento é votar em um candidato que nunca administrou uma rua sequer? Que se apresenta como salvador da pátria, mas não tem o menor conhecimento sobre economia, saúde e educação? A apologia à violência que ele prega só nos trará ainda mais violência. Violência esta que já pode ser sentida em nossas ruas. Falo aqui principalmente das minorias, pretos, pobres, LGBTIs, índios e etc. Um governo ruim pode ser trocado em quatro anos, mas a destruição do nosso tecido social poderá levar décadas. Pense nisso com carinho!”, finalizou. 


Confira a publicação



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.