show Cantor Silva mostra maturidade musical em show no Recife Artista apresenta turnê do novo disco, Brasileiro, nesta sexta-feira

Por: Caio Ponciano

Publicado em: 31/08/2018 08:03 Atualizado em:

Em entrevista, ele conta que essa está sendo a turnê mais prazerosa que já fez. Foto: Facebook/Reprodução
Em entrevista, ele conta que essa está sendo a turnê mais prazerosa que já fez. Foto: Facebook/Reprodução


Em 2018, o cantor capixaba Silva se tornou balzaquiano, lançou Brasileiro - considerado o disco mais maduro da carreira -, emplacou uma parceria com Anitta (na faixa Fica tudo bem) e se consolida como um dos nomes mais produtivos e criativos da música pop atual. "Tem muita gente talentosa e interessante começando a aparecer agora. Eu acho que teremos um futuro promissor para os próximos anos", acredita o artista. Nesta sexta-feira (31), ele vem ao Recife, acompanhado por Lucas Arruda (baixo, synth e piano) e Hugo Coutinho (bateria e programações), para apresentar sua nova turnê, às 21h30, no Teatro Boa Vista (Rua Dom Bosco, 551, Boa Vista). Os ingressos custam R$ 100 e R$ 50 (meia) e estão disponíveis nas lojas Ticketfolia e através do site Eventim. 

Desde a estreia, em junho, os shows de Brasileiro estão esgotando ingressos por todo o Brasil. Em entrevista ao Viver, Lúcio Silva de Souza - nome de registro do músico de 30 anos - conta que essa está sendo a turnê mais prazerosa que já fez. "Nesse show, eu canto algumas músicas antigas que conversam com as novas. É uma mistura de tudo que eu já fiz, mas tudo dentro de uma mesma linha musical, para não ficar parecendo coletânea", explica. 

No repertório, não devem faltar os sucessos Feliz e ponto, Janeiro, É preciso dizer, e as novas A cor é rosa, Duas da tarde e Prova dos nove. Essa última, inclusive, está cotada para ser o próximo single do álbum. Ela é de autoria do recifense Dé Santos e a única do disco que não foi composta por Silva sozinho ou em parceria com Arnaldo Antunes, Ronaldo Bastos ou o irmão do capixaba, Lucas Silva. "Minhas músicas costumam nascer do improviso. Trabalho em cima disso e, no final, tudo vira canção. Depois, alguém que confio, geralmente o meu irmão, faz as letras. Não sou bobo e só me cerco de gente boa", diz, aos risos. 


Segundo o cantor, a reação do público para o seu novo trabalho foi melhor do que ele esperava. "Fiz esse disco com carinho e com muita calma, e isso refletiu no resultado das músicas. Acredito que a pressa atrapalha a gente a enxergar possibilidades interessantes", continua. Essa não será a primeira vez de Silva no Recife. Ele lembra que, em 2012, quando veio à capital para lançar seu segundo disco, Vista pro mar, foi surpreendido por um público que cantava todas as músicas então desconhecidas. "O show foi em um lugar pequeno, mas fui recebido de um jeito muito carinhoso. Gosto desse calor humano que vocês têm", conclui.

Serviço
Silva - Turnê Brasileiro
Quando: hoje, às 21h30
Onde: Teatro Boa Vista (Rua Dom Bosco, 551)
Quanto: R$ 100 e R$ 50 (meia)
Informações: (81) 2129-5961



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.