• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música Música de Alceu Valença vira hino de torcidas de futebol no Brasil e no exterior 'Se o Brasil soubesse vender sua vocação para o turismo, a música seria a melhor propaganda', disse o cantor

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 04/12/2017 13:23 Atualizado em: 04/12/2017 14:57

 O clube Cerro Porteño, de Assunção, capital do Paraguai, adaptou a música lançada em 1983. Fotos: Facebook/Reprodução e Roberto Ramos/DP
O clube Cerro Porteño, de Assunção, capital do Paraguai, adaptou a música lançada em 1983. Fotos: Facebook/Reprodução e Roberto Ramos/DP

A canção Anunciação, do pernambuco Alceu Valença, ganhou uma nova versão por um time do Paraguai. O clube Cerro Porteño, de Assunção, capital do país, adaptou a música lançada em 1983, dentro do disco Anjo avesso, durante uma partida. O vídeo chegou até Alceu, que comemorou o alcance da faixa e falou sobre a valorização da música brasileira em outros países. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

"Que prazer ouvir essa música se espalhando pelo mundo de maneira totalmente espontânea! Se o Brasil soubesse vender sua vocação para o turismo a música, seria a melhor propaganda valorizaria serviços e comércio, melhoraria a imagem do país. Cultura é vida! Mais lusófonos e menos anglófonos!", escreveu ele ao compartilhar o vídeo do momento no Facebook. 

O Cruzeiro, de Minas Gerais, também já fez uma versão da música. "Eu vou cantar a minha paixão que vem de berço. As cinco estrelas que carrego em meu peito, azul e branco é a cor do meu sentimento, ó meu Cruzeiro eu te apoio até o final", diz a letra. O Fluminense, do Rio de Janeiro, há dez anos também transformou o hino na música Anunciação tricolor, fato que foi lembrado pelos torcedores do tricolor carioca na publicação de Alceu. 

Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.