Preço médio da gasolina nas refinarias sobe 1,68% amanhã e já supera R$ 2,20 A recente escalada de preços, que supera os valores atingidos durante a greve dos caminhoneiros, teve início no último dia 23

Por: AE

Publicado em: 04/09/2018 09:23 Atualizado em: 04/09/2018 09:31

O preço do diesel, que seguia congelado desde 1º de junho, permanece em R$ 2,2964, após o reajuste de 13% anunciado na sexta-feira. Foto: Reprodução/Internet
O preço do diesel, que seguia congelado desde 1º de junho, permanece em R$ 2,2964, após o reajuste de 13% anunciado na sexta-feira. Foto: Reprodução/Internet
A Petrobras anunciou aumento de 1,68% em 5 de setembro no preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias. O valor de 2,2069 estabelece nova máxima histórica desde que a estatal passou a divulgar o preço médio diariamente em seu site, em 19 de fevereiro. A alta acumulada no período é de 45,7%. Na ocasião o preço médio da gasolina estava em R$ 1,5148.

A recente escalada de preços, que supera os valores atingidos durante a greve dos caminhoneiros, teve início no último dia 23, quando a gasolina voltou a ser negociada acima de R$ 2.

O preço do diesel, que seguia congelado desde 1º de junho, permanece em R$ 2,2964, após o reajuste de 13% anunciado na sexta-feira, dia 31. O valor será mantido até 29 de setembro.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.