Nesta sexta Bancários participam do Dia do Basta e suspendem serviços até o meio-dia, nesta sexta Com atendimento suspenso, funcionários e sindicalistas estarão conversando com a população sobre a situação trabalhista

Publicado em: 10/08/2018 10:21 Atualizado em: 10/08/2018 10:30

Os bancários de Pernambucano, que decretaram estado de greve na última quarta-feira (8), participam nesta sexta-feira (10) do Dia do Basta. Desde às 10h, funcionários do sistema bancário cruzaram os braços em protesto pelos direitos trabalhistas. A categoria fica paralisada até o meio-dia. Nesse intervalo, diretores do Sindicato dos Bancários de PE vão dialogar com funcionários e clientes sobre os ataques aos direitos da classe trabalhadora. A manifestação acontece no mesmo dia em que a Confederação Nacional dos Trabalhadores (Contraf-CUT), a Central Única dos Trabalhadores (CUT), demais centrais sindicais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, realizarão o “Dia do Basta! ”.

Além de promover o retardamento da abertura das agências bancárias, a categoria também participa das atividades locais que serão realizadas por sindicatos de diversas categorias. O ato também é um protesto contra a política de preços da Petrobras e o aumento do gás de cozinha, a política de privatização e os cortes promovidos pelo governo do ilegítimo Michel Temer nas políticas sociais, além da liberdade do ex-presidente Lula e seu direito de concorrer à Presidência da República nas eleições de outubro.

Para o presidente da CUT Nacional, Vagner Freitas, o Dia do Basta é uma forma de se posicionar contra o governo golpista e defender os direitos dos trabalhadores. "É o dia para dizer que não aguentamos mais esse governo golpista e queremos que os nossos direitos sejam respeitados. E para que isso aconteça é fundamental que todos participem das atividades neste 10 de agosto em todo o país", afirma.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.