pERNAMBUCO Pedro Josephi anuncia filiação ao PDT

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/01/2019 20:52 Atualizado em: 11/01/2019 21:05

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook
Em nota divulgada nesta sexta-feira (11), pelas redes sociais, o advogado e militante Pedro Josephi informou sobre a filiação ao PDT. Ele afirmou ter tomado a decisão depois de bastante reflexão e debate. "Decidi me filiar ao PDT por acreditar que o partido tem o potencial para propor uma agenda nacional para o Brasil", escreveu. Em 2014, ele chegou a ser candidato a deputado estadual pelo PSOL.

Segundo Josephi, o momento político atual exige coragem e ousadia. No Facebook, ele citou temas do partido durante a campanha que assemelha com o que acredita ser preocupações centrais, por exemplo: recuperar a economia, gerar emprego e renda, defender a soberania nacional e os setores estratégicos, reduzir as desigualdades sociais e cuidar do nosso povo que sofre com o superendividamento e com a violência. Para ele, passa por ampliar os diálogos, estudar as demandas do País e construir alternativas com coerência, responsabilidade e sem sectarismos. 

"O programa eleitoral apresentado por Ciro Gomes em 2018 apontou alguns caminhos, que serão esmiuçados, debatidos e apresentados ao conjunto de forças políticas e sociais durante este próximo período. E essa articulação exige capilaridade, organicidade e nos anima a embarcar no projeto.", disse. O advogado informou ainda que não medirá esforços para construir uma alternativa política a nível local e nacional.

Desfiliação ao PSOL
Em dezembro do ano passado, Josephi comunicou por meio das redes sociais a sua desfiliação ao PSOL. No primeiro paragráfo da carta, ele disse que o PSOL ficou a reboque do Lulismo. "Acredito que o PSOL, embora extremamente necessário e combativo no congresso nacional, ficou aquém dos desafios para a conjuntura atual, além de deliberadamente ter ficado a reboque do lulismo e do petismo. O PSOL herdou, no imaginário popular, incontáveis ônus dos erros do PT, mas não teve qualquer tipo de contrapartida seja na institucionalidade seja nos movimentos sociais. Ainda assim, o partido continua concentrado no eixo Sul-Sudeste e carece de um projeto político nacional".


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.