Segurança Coordenador do Compaz, uma das prioridades de Geraldo Julio, será Paulo Moraes Ele já foi gerente-geral e depois secretário-executivo de Direitos Humanos de Pernambuco durante o governo Eduardo Campos (PSB)

Por: Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/01/2019 18:01 Atualizado em: 09/01/2019 18:34

Até o final da gestão, Paulo Moraes pretende deixar sete unidades do Compaz azeitadas. Foto: Prefeitura do Recife/divugalção
Até o final da gestão, Paulo Moraes pretende deixar sete unidades do Compaz azeitadas. Foto: Prefeitura do Recife/divugalção

O advogado e professor de Direito Constitucional e Direitos Humanos, Paulo Moraes, 41 anos, assumirá o cargo de novo secretário-executivo de Segurança Urbana do Recife, no lugar do jornalista Eduardo Machado, atual secretário de Comunicação do governo Paulo Câmara (PSB). O professor chega ao cargo com o desafio de coordenar o Centro Comunitário da Paz (Compaz), uma das prioridades políticas do prefeito Geraldo Julio (PSB). Paulo vai ajudar o titular da pasta, Murilo Cavalcanti, a inaugurar este ano mais duas unidades, orçadas em aproximadamentee R$ 9 milhões – uma no bairro da Caxangá e outra no Coque, respectivamente nas zonas Oeste e Central do Recife.

Ele também ficará responsável em tirar do papel outras três que receberam R$ 20 milhões do Ministério da Defesa, na gestão de Raul Jungmann (PPS). Até o final do ano, segundo Murilo Cavalcanti, o Recife terá quatro unidades do Compaz, que chegarão a atender, mensalmente, 20 mil pessoas cada. Ou seja, serão 80 mil moradores assistidos por mês na capital até dezembro de 2019. Os outros três prometidos e com recursos assegurados, segundo o secretário, serão inaugurados até o final da gestão do prefeito, em 2020. Serão sete ao todo. 

Paulo Moraes atuava já na Prefeitura do Recife, como gerente-geral de Direitos Humanos do Recife, ligado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, chefiada por Ana Rita Suassuna. De acordo com informações do governo, ele foi secretário-executivo de Direitos Humanos do Recife no início da gestão Geraldo Julio e, antes, foi gerente-geral e depois secretário-executivo de Direitos Humanos de Pernambuco durante o governo Eduardo Campos (PSB).

O advogado coordenou a implantação de 15 núcleos comunitários de mediação de conflitos no estado, a criação do Sistema Estadual de Proteção à Pessoa, as Jornadas de Direitos Humanos e as Semanas de Direitos Humanos, a implantação do Patronato Penitenciário de Pernambuco e a ampliação das unidades do Procon, entre outras ações.

Currículo
O gestor é graduado em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco, mestre em Direitos Humanos pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), além de ter especializações nas áreas de direitos humanos e gestão pública na Universidade de São Paulo, Universidade de Pernambuco (UPE) e Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ele já recebeu prêmios como o Dom Hélder Câmara em Direitos Humanos (Prefeitura de Jaboatão Guararapes) e a Medalha do Mérito Penitenciário (Governo do Estado).

O novo secretário-executivo de Segurança Urbana do Recife começou a carreira como advogado do Gabinete Assessoria Jurídica Organizações Populares (Gajop) e ainda foi coordenador do Programa Federal da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República e coordenador do Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas de Pernambuco.

Com informações do governo municipal



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.