Denunciado Ex-procurador-geral de Justiça do Rio, Cláudio Lopes é preso Denúncia tem relação com esquema comandado por Sérgio Cabral

Por: Agência Brasil

Publicado em: 08/11/2018 21:34 Atualizado em:

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
O ex-procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro Cláudio Lopes foi preso nesta quinta-feira (8), em sua casa, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. A decisão foi tomada pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça, formado pelos 25 desembargadores mais antigos. A informação foi confirmada pelo Ministério Público (MP).

No dia 9 de outubro, o procurador-geral de Justiça em exercício, Ricardo Ribeiro Martins, denunciou quatro envolvidos em esquema comandado pelo ex-governador Sérgio Cabral, dentre eles, Cláudio Lopes. Além de Cabral e Lopes, foram denunciados Wilson Carlos, ex-secretário de Governo, e Sérgio de Castro Oliveira, conhecido como Serjão.

Os quatro foram denunciados por formação de quadrilha, corrupção passiva e ativa e quebra de sigilo funcional, crimes cometidos entre o final de 2008 e dezembro de 2012, quando Lopes exerceu o cargo de procurador-geral de Justiça.

Cláudio Lopes é acusado de recebimento de mesada do grupo do ex-governador Sérgio Cabral, enquanto ocupava o cargo, entre 2009 e 2012. As acusações foram feitas em delação de Carlos Miranda, um dos principais operadores do esquema de propinas de Cabral.

O ex-procurador negou todas as acusações. Cláudio Lopes contestou também a acusação de que teria beneficiado com arquivamentos de processos de comportamento ilegal do ex-governador Sérgio Cabral na contratação do escritório da ex-primeira-dama, a advogada Adriana Ancelmo, e no uso do avião particular do empresário Eike Batista em uma viagem à Bahia.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.