Eleição Em vídeo, Bruno diz que PT quebrou o Brasil e agora apresenta uma 'nova Dilma' Bruno Araújo faz parte da coligação que apoia o senador Armando Monteiro (PTB), candidato ao governo do estado. Armando, inclusive, vinha defendendo a candidatura de Lula à Presidência

Publicado em: 11/09/2018 18:07 Atualizado em: 11/09/2018 18:20

O candidato ao Senado pela Coligação Pernambuco Vai Mudar, Bruno Araújo (PSDB), divulgou, nesta terça-feira, 11, o vídeo das suas novas inserções na TV  em que faz críticas ao PT.

“O PT quebrou o Brasil e Pernambuco. Na cadeia, Lula brinca de ser candidato, mas é ficha suja e vai indicar uma nova Dilma para presidente”, avaliou Bruno.

Em outro trecho do video Bruno destaca que "aqui em Pernambuco, tem gente que usa o nome de Lula para tentar chegar ao Senado. Eu uso a coerência de quem combateu os desmandos do PT, uso o meu trabalho por Pernambuco na Câmara e no Ministério das Cidades”, declarou.

Bruno Araújo faz parte da coligação que apoia o senador Armando Monteiro (PTB), candidato ao governo do estado. Armando, inclusive, vinha defendendo a candidatura de Lula à Presidência da República. Armando disse, anteriormente, que não se comprometeria com qualquer outra candidatura do PT que não fosse a de Lula. As críticas de Bruno terminam respingando no próprio Armando, que foi ministro de Dilma Rousseff. O petebista recebeu o apoio de dois prefeitos petistas, Sandra da Farmácia (Calumbi) e Luciano Duque (Serra Talhada).

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.