Eleições 2018 'Ainda tem muito chão pela frente', diz Marina sobre queda em pesquisa Candidata tinha 16% das intenções de votos na sondagem de 21 de agosto e agora apareceu com 11%, mas afirma que "a população brasileira vai acordar"

Por: AE

Publicado em: 11/09/2018 15:12 Atualizado em:

Foto: Tulio Santos/EM/D.A Press
Foto: Tulio Santos/EM/D.A Press
Ao comentar a queda de 5 pontos na pesquisa do Datafolha, divulgada nesta segunda-feira (10), a candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, disse nesta terça-feira (11) que a campanha "ainda tem muito chão pela frente" e que "a população brasileira vai acordar". Marina tinha 16% das intenções de votos na sondagem de 21 de agosto e agora apareceu com 11%.

"Vou continuar convencendo a população de que dessa vez nós não vamos perder a chance de fazer com que a mudança aconteça. Mesmo que eles fiquem com quase todo o dinheiro do fundo partidário, quase todo o tempo de televisão, a população brasileira vai acordar, vamos virar esse jogo", afirmou. "Não acredito que o 'Centrão', o dinheiro e o marqueteiro substituam a consciência dos brasileiros".

Depois de ser sabatinada por jornalistas do jornal O Globo, Marina visitou a Associação Saúde Criança. A ONG, criada em 1991 atende a crianças pobres com graves problemas de saúde e também suas famílias, melhorando as condições de moradia e renda, e é considerada internacionalmente uma das melhores do mundo neste campo de atuação. Ela foi recebida pela fundadora, a médica Vera Cordeiro.

"Uma experiência como essa precisa ser ampliada, tornada política pública", disse Marina.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.