Pernambuco Candidatos ao governo do estado divulgam nota sobre o atentado contra Bolsonaro Armando Monteiro (PDT), Julio Lossio (REDE) e Paulo Câmara (PSB) divulgaram nota sobre o ocorrido

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 06/09/2018 20:35 Atualizado em: 06/09/2018 22:57

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
Após o candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, ser esfaqueado durante campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, os canditatos ao governo do estado de Pernambuco Armando Monteiro (PDT), Julio Lossio (REDE), Maurício Rands (PROS) e Paulo Câmara (PSB) divulgaram nota sobre o ocorrido.

Na nota, Paulo Câmara diz que atitudes extremas e de ódio não podem ser admitidas pela sociedade brasileira. "Lamentamos o atentado sofrido pelo candidato Jair Bolsonaro, esperamos sua recuperação, e reafirmamos nosso compromisso com a democracia" pontuou.

O pedetista avaliou o que aconteceu com Bolsonaro como inaceitável. Em nota, Armando Monteiro afirma também que espera que o candidato se recupere da facada. "Campanhas são disputas legítimas entre adversários. Não se trata de uma guerra sem lei entre inimigos. A radicalização deste momento exige muita serenidade de candidatos e eleitores”, ponderou.

O candidato pela Rede repudiou, em nota, o ataque. Ele aproveitou para explicitar um protesto em relação ao, que ele chamou, momento da vida pública brasileira. "Independente de como cada pessoa pense, merece ser respeitado. Precisamos discutir os problemas do Brasil. Precisamos ganhar as eleições com propostas e não com violência", escreveu.

Maurício Rands, candidato pela coligação O Pernambuco que você quer (PROS, PDT, Avante) disse, em nota, que repudia, energicamente, todo e qualquer ato de violência social. Ele afirmou também que repudia "com mais veemência quando se trata do debate político, que deve ser conduzido no campo da divergência das ideias".


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.