eleicoes Bruno e Mendonça entram com representação contra Silvio Costa Briga do Senado esquenta. Dois candidatos da coligação de Armando Monteiro vão entrar com representação contra Silvio Costa

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 31/08/2018 16:42 Atualizado em: 31/08/2018 18:01

Bruno Araújo (E), Silvio Costa e Mendonça Filho. Fotos: Reprodução / Wikipédia, Reprodução / Wikipédia, Reprodução / Flickr
Bruno Araújo (E), Silvio Costa e Mendonça Filho. Fotos: Reprodução / Wikipédia, Reprodução / Wikipédia, Reprodução / Flickr

 

A briga pelo Senado começou a esquentar. Os candidatos ao Senado pela coligação Pernambuco vai mudar, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM), entraram, nesta sexta-feira (31), com representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral contra o candidato ao Senado pelo Avante, Silvio Costa. Bruno e Mendonça solicitaram ao TRE a retirada do ar e pagamento de multa por publicação do que ambos alegam ser “mentiras” publicadas em artigo assinado pelo candidato Silvio Costa no site Portal da Prefeitura.

No texto, Costa afirma que “Bruno e Mendonça são algozes da presidente Dilma“ e têm responsabilidade pela prisão do ex-presidente Lula.

Silvio Costa disse que, apesar da ameaça, “ratifica que Paulo Câmara, Jarbas Vasconcelos, Mendonça Filho e Bruno Araújo têm responsabilidade pela prisão do presidente Lula”. Segundo o deputado federal, que se coloca como candidato de Lula ao Senado, mesmo sem receber o apoio oficial do ex-presidente, “todos que votaram a favor do impeachment da presidente Dilma, têm responsabilidade, sim”. Ele acrescentou: “Por um motivo muito simples: se a presidente Dilma não tivesse sofrido o golpe, ela ainda estaria exercendo a presidência e o ex-presidente Lula seria ministro de estado. Eles sabem que o ex-presidente havia sido convidado para ser ministro. Sugiro a todos que me ameaçam com uma representação, que leiam a Constituição da República. Relembro a todos o caso da nomeação do ministro do governo Temer, Moreira Franco (MDB)”, disparou Silvio, em uma nota.

Para Silvio Costa, “Bruno Araújo e Mendonça Filho não podem esconder do povo de Pernambuco que foram ministros de Temer e sempre fizeram oposição radical ao presidente Lula e a presidente Dilma. Estou pronto para o debate, na política e na Justiça. Lembro que no dia do impeachment, quando votei 'não', avisei que, no futuro, aqueles que estavam votando 'sim' iriam se arrepender e teriam vergonha do seu voto”.


Com informações da assessoria das duas coligações



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.