meio ambiente Cerrado tem 98% de desmate ilegal em MT De agosto de 2016 a julho de 2017, o desmatamento em todo o bioma foi de 7,4 mil km2, segundo dados do INPE

Por: AE

Publicado em: 11/09/2018 11:42 Atualizado em:

Foto: André Borges/Agência Brasília
Foto: André Borges/Agência Brasília
No Dia do Cerrado, pesquisas alertam que o cenário é de preocupação em vez de celebração em Mato Grosso. Levantamento do Instituto Centro de Vida (ICV) aponta que, apesar de ocupar cerca de 40% da área total do Estado - 360 mil km² -, cerca de 46% do bioma já foi convertido. E a perda de vegetação continua subindo, ao contrário do restante do Cerrado. Entre 2014 e 2017, o desmatamento subiu 24% em Mato Grosso, ante queda de 31% no bioma. 

De agosto de 2016 a julho de 2017, o desmatamento em todo o bioma foi de 7,4 mil km2, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O Estado foi responsável por 17% dessa perda - 1,2 mil km2. 

E estima-se que 98% do desmatamento ocorreu sem autorização do órgão ambiental estadual. Os pesquisadores lembram que em 2015, na Conferência do Clima de Paris, Mato Grosso se comprometeu em eliminar o desmatamento ilegal até 2020, reduzindo a taxa a 150 km2 por ano até 2030.

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado usa metodologia diferente e diz que houve queda de 7,9% entre 2014 e 2017. E de agosto de 20116 a julho de 2017 a perda foi de 820,36 km2. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.