• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Educação Enem: estudante é eliminada após ser flagrada com celular em pacote de biscoito Candidata fazia prova na escola municipal Professora Mariana das Graças da Silva Aguiar, em Capitão Poço (PA)

Por: Agência Brasil

Publicado em: 06/11/2016 17:04 Atualizado em: 07/11/2016 18:37

Uma estudante foi flagrada com celular escondido em um pacote de biscoito, durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nesse sábado (5). O caso foi confirmado hoje (6) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A candidata fazia prova na escola municipal Professora Mariana das Graças da Silva Aguiar, em Capitão Poço (PA).

Segundo o Inep, as informações foram confirmadas pela coordenadora do Enem no local. A participante foi eliminada do exame e foi registrado boletim de ocorrência. O Inep diz ainda que cabe a polícia proceder com as investigações e não confirma se a estudante fazia parte de algum esquema de tentativa de fraude.

De acordo com a Polícia Civil do município, a estudante foi encaminhada ao local, prestou depoimento e foi liberada em seguida.

Pelas regras do Enem, ao entrarem nas salas de prova, os estudantes recebem envelopes porta-objetos, onde devem colocar objetos como celulares, objetos eletrônicos e outros que possam comprometer a lisura das provas. O envelope deve ser lacrado e colocado embaixo da carteira. Candidatos que forem pegos portando esses objetos ou que postarem fotos ou mensagens dentro dos locais de prova serão desclassificados.

Neste final de semana, mais de 8 milhões de candidatos fazem o Enem em todo o país. As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.