POLÍCIA Três homens foram presos em flagrante por suspeita de assassinato O crime teria sido motivado por um "acerto de contas".

Publicado em: 11/01/2019 11:50 Atualizado em: 11/01/2019 11:54

Delegados da 14ªDPH. Foto: Divulgação/Polícia Civil
Delegados da 14ªDPH. Foto: Divulgação/Polícia Civil
Três homens foram presos em flagrante, suspeitos de serem os responsáveis pelo assassinato de Givaldo Pereira da Silva, ocorrido no início da noite do dia 08 de janeiro, em Ipojuca. De acordo com o delegado adjunto da 14 DPH, Cláudio Neto, responsável pelas investigações, o crime teria tido como motivo um acerto de contas.

Segundo as investigações, a vítima havia dado um “calote” nos suspeitos ao sumir com certa quantia em dinheiro que seria utilizada para comprar drogas. Então, às 17h40 do dia 8, estava em um campo de futebol quando foi surpreendida pelos três indivíduos, que correram atrás dele e o alvejaram na porta da sua casa. Givaldo tinha passagem pelo sistema prisional pelos crimes de porte de arma de fogo e associação criminosa. No primeiro dia do ano, ele já havia apanhando dos acusados por haver furtado um botijão de gás.

Um dos detidos, Lucas Leclapier da Silva, o Chuck, tem passagem pelo sistema prisional devido a crimes de roubo, ameaça e dano. Foi beneficiado por um alvará de soltura em dezembro de 2018. Leandro Cláudio do Nascimento (Léo Cabeção) tem possível participação na prática de outros homicídios na região do cabo, além de envolvimento com o tráfico de drogas, assim como Wesley José de Souza, o Nego.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.