Inclusão Cardápios em braile são implantados no Mercado da Encruzilhada A iniciativa é inovadora e vai beneficiar sete bares e restaurantes do equipamento

Publicado em: 05/09/2018 11:28 Atualizado em: 05/09/2018 11:37

Imagem: Inaldo Lins/PCR
Imagem: Inaldo Lins/PCR

Inclusão social e garantia de autonomia. Essas são as principais premissas de mais uma ação inovadora da Prefeitura do Recife: a oferta de cardápios em braile para os estabelecimentos que comercializam comida no Mercado da Encruzilhada, na Zona Norte da cidade. Os sete restaurantes que trabalham com cardápios receberam os menus inclusivos, elaborados pela Autarquia de Serviços Urbanos (Csurb), em parceria com o Sebrae.
 
Os permissionários que receberam a iniciativa, inédita na capital pernambucana, estão entusiasmados com a possibilidade de fazer a diferença na vida daqueles que precisam de inclusão. Sócia do Beberibe Bar, Lúcia Correia, é exemplo desse sentimento. “Estamos saindo na frente de muitos outros estabelecimentos. Eu não me lembro de ter ido a algum restaurante, no Brasil ou fora, e ter visto algo do tipo disponível para pessoas com deficiência visual”, comemora.
 
Além da implantação dos menus acessíveis, a Csurb encomendou ao Sebrae uma análise e reestruturação dos cardápios comuns dos sete restaurantes que utilizam a ferramenta para atender os clientes. Cada estabelecimento receberá de 10 a 12 cardápios com novo layout, além de um menu inclusivo. Todo o processo foi realizado em parceria com os permissionários, que não vão ter custo algum pelo benefício.
 
Para a presidente da Csurb, Berenice Andrade Lima, é uma alegria fazer parte de uma iniciativa tão benéfica para aqueles que lutam tanto por inclusão. “A inovação desse projeto nos deixa orgulhosos e com ainda mais gás para continuar a mudar a realidade dos mercados públicos e a vida dos recifenses”, comenta. Além do braile, o conteúdo do cardápios também foi escrito com letras maiores, para que possam ser lidas pelas pessoas que têm baixa visão.
 
O gerente da Pessoa com Deficiência do Recife, Paulo Fernando Silva, que é cego, foi ao Mercado da Encruzilhada conferir a novidade e aprovou a iniciativa da Csurb. “Acessibilidade não diz respeito apenas às questões arquitetônicas, como disponibilizar rampas, banheiros adaptados e piso tátil, mas também assegurar às pessoas cegas o acesso às informações escritas no sistema braile. As pessoas cegas também são consumidoras e desejam ter autonomia tanto no acesso ao interior dos mercados públicos quanto no acesso ao conteúdo dos cardápios nas lanchonetes, bares e restaurantes”, disse o gestor.

NOVOS BOXES - Em novembro, foi inaugurada a nova alameda de alimentação do Mercado da Encruzilhada, com três novos boxes. Os novos empreendimentos são: padaria e pizzaria, pastelaria e um bar com cervejas artesanais e uma beer cave. Essa é mais uma ação da Prefeitura do Recife, por meio da Autarquia de Serviços Urbanos (Csurb), para atrair o público e melhorar a experiência do recifense com os mercados públicos. Desde 2014, foram investidos mais de R$ 530 mil na melhoria do equipamento. A abertura dos novos empreendimentos foi possível graças a um ordenamento feito no interior do mercado. A Csurb tem trabalhado para promover uma ampla requalificação dos mercados públicos da cidade. O Mercado da Encruzilhada recebeu nova pintura em toda a fachada, em parceria com a Iquine, além de ter os banheiros externos totalmente reestruturados. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.