Decisão Judicial Capitão reformado que atirou em carro de técnico de tevê responderá em liberdade Juíza Ane Lins concedeu liberdade provisória sem pagamento de fiança, mas proibiu o militar de deixar o Recife

Publicado em: 31/08/2018 12:31 Atualizado em: 31/08/2018 12:34

O capitão reformado do Exército, José Rodrigues Lima, 80 anos, acusado de atirar em um técnico de manutenção em tevê a cabo Luciano Lessa, 47, que estacionou o carro na porta do militar, vai responder o processo em liberdade. O militar chegou a ser preso em flagrante na última quarta-feira, após atirar em direção ao veículo de Luciano, que parado na porta da casa dele, no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife. 

A juíza Ane de Sena Lins concedeu liberdade provisória ao idoso, sem pagamento de fiança. No entanto, a magistrada determinou que o militar compareça bimestralmente no Juízo processante para justificar suas atividades, fique proibido de frequentar bares e se aproximar do local onde ocorreu o fato, se recolha em sua residência após às 22h e não se ausente da comarca do Recife. 

O carro do técnico em manutenção, uma doblô branca, ficou com a lateria perfurada por dois disparos de arma de fogo. Luciano não se feriu. O caso foi registrado na delegacia da Mustardinha, que atuou o militar em flagrante.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.