Diario nos Bairros Bairro da Jaqueira ganha maior investimento em calçadas Após três mudanças no trânsito do bairro, agora será a vez das calçadas no entorno do Parque da Jaqueira passarem por uma transformação. Além de alargadas, elas estão recebendo nova pavimentação

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 10/08/2018 08:26 Atualizado em: 10/08/2018 08:48

Renata Almeida vai três vezes por semana caminhas no Parque da Jaqueira. Foto: Leo Malafaia/Esp.DP
Renata Almeida vai três vezes por semana caminhas no Parque da Jaqueira. Foto: Leo Malafaia/Esp.DP
O bairro da Jaqueira é uma das áreas mais nobres para morar na Zona Norte da cidade. Seria só mais um bairro não fosse o espaço verde do maior parque da cidade. A relação do Parque da Jaqueira com os moradores do entorno ou de outras áreas que se deslocam para lá varia em idade, gênero e gostos. Da prática de esportes à simples contemplação do espaço e do vai e vem das pessoas. Um dos desafios para levar a qualidade de vida do parque para fora é a melhoria da circulação. 

Para quem costuma fazer longas caminhadas ou corridas na pista de cooper e depois tem que encarar as calçadas no caminho de volta para casa, terá, em breve, mais conforto nesses deslocamentos. Os passeios no entorno do parque ao longo da Avenida Rui Barbosa e às margens do Rio Capibaribe estão sendo alargados e recebendo uma nova pavimentação dentro do projeto Calçada Legal.  

A empresária Fabiana Rodrigues, 41 anos, mora no Poço da Panela e vai a pé para o parque. “As calçadas mais largas vão proporcionar mais conforto, sem dúvida. Há trechos hoje que não são bons”, revelou. Já a estudante Jaqueline Nunes, 27 anos, que mora na Zona Sul e trabalha na Jaqueira, disse que, pelo menos, parte do percurso que faz a pé tem conforto. “Essa calçada do rio (Capibaribe) é larga, tem iluminação e uma vista maravilhosa. Mas da parada do ônibus para casa elas são muito ruins”, comparou. 

A aposentada Norma Ribeiro, 87 anos, é carioca e foi convencida pelo filho a trocar o Rio de Janeiro pela morada em frente ao parque. “O parque é muito agradável e tem essa capela antiga com azulejos portugueses. Achei tão bonito que trouxe minha neta para conhecer”, revelou a aposentada. O parque é divido em duas áreas: o sítio histórico (onde se localiza a Capela de Nossa Senhora da Conceição, datada de 1766 e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na década de 1970) e a área reservada à prática de esportes e atividades culturais.

A cabeleireira Renata Soraya Ferreira de Almeida, 42 anos, não abre mão de praticar exercícios no parque três vezes por semana. “Eu me sinto segura aqui e o verde proporciona um bem-estar”, revelou. A estudante Marcela Andrade, 30 anos, gosta de correr e levar a filha Valentina para passear. “Sempre venho com alguém da família para ficar com ela enquanto corro na pista, mas é bom também para ela tomar banho de sol”. 

O parque atrai os mais diferentes interesses. O professor de fotografia do Senac, Társio Alves, 37 anos, levou os alunos para uma aula prática. “É um lugar que tem muito movimento é bom para eles aprenderem a controlar a velocidade, os vários contrastes de luz e sombra, sem falar que é um lugar com muito verde para composição das fotos”, explicou. 

Trânsito foi alterado em três vias do bairro

Com tantos atrativos, o bairro da Jaqueira e o seu entorno têm uma demanda grande no tráfego com vias importantes como a Rui Barbosa, Rosa e Silva e a Rua do Futuro. A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) fez algumas mudanças na circulação em trechos das ruas do Futuro, Professor Fleming e Muniz Tavares para reduzir as retenções, principalmente nos horários de pico. 

Com a mudança, a Rua do Futuro entre a Praça Professor Fleming até a Rua Padre Roma, passou a ter sentido único de circulação em direção à Padre Roma. Dessa forma, o condutor que vem da Rua do Futuro para acessar a Rui Barbosa não poderá ir pela Rua Professor Fleming e sim pela Rua Muniz Tavares, que passa a ser mão única em direção à Praça Professor Fleming. Já os condutores oriundos da Rua Padre Roma, que precisam pegar a Rua do Futuro é preciso fazer a conversão à direita na Rua Muniz Tavares. 

A ação ainda levará também disciplinamento de estacionamento à área. Para o condutor oriundo da Rua Padre Roma, a Rua Muniz Tavares terá o estacionamento proibido nos dois lados até a Rua Professor Fleming; além do lado direito na altura da praça; e do lado esquerdo no trecho final até a Avenida Rui Barbosa. Já a Rua Professor Fleming, na altura da praça, passa a ter o estacionamento proibido no lado esquerdo da via.“A nova circulação elimina conflitos de movimentos existentes nessa intercessão, uma vez que permite o giro livre em ambos os sentidos, sem que o condutor espere por muito tempo. A medida ainda vai refletir positivamente na mobilidade das vias adjacentes, como Rua Padre Roma e Avenida Rui Barbosa”, explicou a presidente da CTTU, Taciana Ferreira. 

Também foram feitas mudanças no ordenamento dos estacionamentos nessas vias. O condutor que vem pela Rua Padre Roma não pode mais estacionar em nenhum dos lados da Rua Muniz Tavares até a Rua Professor Fleming, que passou a ter estacionamento proibido no lado esquerdo da via. “Acho que o trânsito ficou mais intenso na praça que dá acesso à Rua do Futuro, mas nas vias laterais da praça percebi uma redução no tráfego”, revelou o funcionário público Eduardo Henrique, 50 anos, que mora há 12 anos na praça.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.