Operação Funil Três funcionários do sindicato de combustíveis são presos por cartel na RMR A operação, batizada de Funil, é a 14° realizada pela Polícia Civil de Pernambuco este ano

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 16/05/2018 14:28 Atualizado em:

Três homens foram presos por envolvimento com cartel de combustíveis na Região Metropolitana do Recife. Adson Bezerra da Silva, Daniel Seabra Santos e Cleobiano de Sales Rodrigues eram funcionários do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE) e mantinham o contato com empresários para manipular os preços de combustíveis. Os empresários ainda estão sendo investigados. 

A operação, batizada de Funil, é a 14° realizada pela Polícia Civil de Pernambuco este ano. A investigação, que resultou na prisão dos envolvidos, teve início há 11 meses pela Delegacia de Crimes contra a Ordem Tributária (Decot). Um total de 163 policiais civis, entre delegados, comissários, agentes e escrivães estão na averiguação. 

Também foram encontradas três armas de fogo em postos de combustível dos municípios de Vitória de Santo Antão, Pombos e Moreno. Uma pistola calibre 38 e 15 munições, um revólver calibre 38 e 24 munições, e uma espingarda calibre 12 e 4 munições, respectivamente. O efetivo busca descobrir quem são os responsáveis pelos instrumentos. 
Três notebooks, seis computadores desktop e documentos diversos foram apreendidos e serão submetidos a análise, inclusive pericial. 

A Polícia investiga, ainda, se a prática criminosa vinha sendo cometida por outros integrantes do sindicato, inclusive o presidente, com quem os funcionários mantinham relação direta, e empresários do setor. 

Outros empresários, donos de postos, que não participavam dessas práticas estão sendo intimados para colaborar com a operação. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.