ELEIÇÕES 2018 Lóssio enaltece ação de combate Com pouco mais de 176 mil votos, o candidato pela Rede Sustentabilidade Julio Lóssio obteve 4,67% dos votos válidos, ficando atrás de Paulo Câmara, Armando Monteiro e Dani Portela

Por: Sávio Gabriel - Diario de Pernambuco

Publicado em: 08/10/2018 09:31 Atualizado em:

Candidato foi apenas o terceiro lugar em Petrolina. Foto: Raquel Elblaus/Divulgação
Candidato foi apenas o terceiro lugar em Petrolina. Foto: Raquel Elblaus/Divulgação
Com pouco mais de 176 mil votos, o candidato pela Rede Sustentabilidade Julio Lóssio obteve 4,67% dos votos válidos, ficando atrás de Paulo Câmara (PSB), Armando Monteiro (PTB) e Dani Portela (PSOL). Ex-prefeito de Petrolina por dois mandatos, Lóssio também não conseguiu ter destaque na cidade em que governou, ficando em terceiro lugar, com 21,48% dos votos válidos, o que corresponde à chancela de pouco mais de 25,2 mil eleitores do município.

Procurado pelo Diario, o candidato não concedeu entrevista, afirmando apenas que “combatemos o bom combate, concluímos a corrida e guardamos a fé”. Ao longo dos quase dois meses de campanha, Lóssio viu sua candidatura envolvida em polêmicas a partir do início de setembro, quando recebeu apoio de lideranças ligadas ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Na época, Lóssio chegou a divulgar uma foto com Luiz Meira (PRP), ex-diretor geral de Operações da Polícia Militar e apoiador do candidato do PSL. 

O fato gerou grande repercussão e, diante da situação, a Rede Sustentabilidade – que oficialmente apoiava a candidatura de Marina Silva ao Planalto – decidiu expulsar Lossio no meio da campanha, declarando apoio oficial à candidatura de Dani Portela em âmbito estadual. Lóssio recorreu da decisão e conseguiu barrar, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), o pedido da Rede para indeferir sua candidatura ao Palácio do Campo das Princesas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.