Campanha Na Mata Sul, Paulo Câmara diz que vai continuar melhorando a vida das pessoas Durante passagem por Ribeirão, o pessebista falou sobre avanços e investimentos em Pernambuco durante a gestão atual

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 13/09/2018 21:46 Atualizado em:

Foto: Hélia Scheppa/PSB
Foto: Hélia Scheppa/PSB
O governador e candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB) assegurou, nesta quinta-feira (13), administrar para os que mais precisam. Após visitar Joaquim Nabuco e Gameleira, o socialista, acompanhado do senador Humberto Costa (PT), participou de dois atos políticos em Ribeirão, também localizado na Zona da Mata Sul. Durante passagem por Ribeirão, o pessebista falou sobre avanços e investimentos em Pernambuco durante a gestão atual.

De acordo com Paulo Câmara, com a reeleição ele continuará com o objetivo de melhorar a vida da população. "Começou com Miguel Arraes de Alencar, depois com o governo Eduardo Campos, que eu tive a honra de ser secretário, e agora com a continuidade do nosso governo, que enfrentou a maior crise do Brasil, mas que em momento nenhum deixou de fazer o que devia ser feito. Vamos continuar melhorando a vida das pessoas”, declarou.

No primeiro evento político, o prefeito de Ribeirão, Marcelo Maranhão (PSB), destacou o apoio que recebeu do governador para administrar a cidade. No local, o prefeito ressaltou a capacidade do governador em áreas como educação, saúde, segurança e infraestrutura. Além do apoio às cidades através do Fundo Estadual de Apoio aos Municípios (FEM).

Em ato realizado já durante esta noite Paulo Câmara esteve junto ao  ex-prefeito Clóvis Paiva (PP), que este ano concorre a um mandato de deputado estadual. No ato, Clóvis alfinetou o concorrente do governador, o petebista Armando Monteiro. "Na eleição passada não votei no senhor. Eu fazia parte do PTB, mas aquele que permanece no erro é burrice. Conheci o governador e comecei a acompanhar o seu governo. Um homem que pegou Pernambuco num estado de crise, mas Paulo com sua capacidade conseguiu fazer com que Pernambuco não entrasse em colapso", afirmou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.