ELEIÇÕES Marília rejeita decisão da executiva nacional do PT Vereadora divulgou vídeo negando decisão exposta pelo líder da oposição na Câmara, José Guimarães, que anunciava apoio do executiva nacional do PT ao PSB no governo de Pernambuco

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 01/08/2018 16:28 Atualizado em: 01/08/2018 17:09

O deputado federal e líder da oposição na Câmara, José Guimarães, anunciou em seu perfil no Twitter que, por 17 votos a 8, a executiva nacional do PT decidiu apoiar os candidatos do PSB aos governos de Pernambuco, Paraíba, Amapá e Amazonas. O deputado cearense, inclusive, postou sua própria foto na reunião que acontece nesta tarde em Brasília. A postagem do líder petista confirmou as informações que circulavam desde o início do dia sobre a retirada da candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco - como parte de um acordo para evitar que PSB feche uma aliança nacional com Ciro Gomes e adote a neutralidade, liberando os diretórios de cada estado. 

Foto: Twitter / Reprodução
Foto: Twitter / Reprodução
 

Porém a vereadora Marília Arraes foi para a linha de frente da polêmica e negou a decisão do diretório nacional. “Isso não é verdade. Esse é mais um ataque especulativo contra nossa candidatura. Estão dizendo que já foi batido o martelo, que a executiva nacional vai enquadrar Pernambuco, vai recomendar uma aliança e isso não é verdade”, afirmou em vídeo postado também no Twitter. 



O posicionamento contundente de Marília cria um imbróglio dentro do PT. E haverá um próximo capítulo nesta quinta-feira, quando um encontro estadual - com a participação de 300 delegados do partido - decidirá pela confirmação ou não da candidatura de Marília e, consequentemente, do apoio à reeleição do governador Paulo Câmara (PSB), em uma composição que daria uma vaga na chapa para a tentativa de reeleição do senador Humberto Costa (PT).




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.