Teatro Com Rodrigo Lombardi, peça no Recife discute imigração e intolerância Espetáculo conta história de uma família que recebe parentes que estão imigrando ilegalmente para os Estados Unidos e, com isso, vê o 'sonho americano' ameaçado

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 02/02/2019 10:55 Atualizado em:

A narrativa aborda temas atuais, como imigração, solidariedade e intolerância. Foto: Ale Catan/Divulgação
A narrativa aborda temas atuais, como imigração, solidariedade e intolerância. Foto: Ale Catan/Divulgação

A conflituosa história de uma família que recebe dois primos italianos que estão imigrando ilegalmente para os Estados Unidos e, com isso, vê o "sonho americano" ameaçado será encenada no Teatro RioMar, no Pina, neste fim de semana. Protagonizada por Rodrigo Lombardi e Sérgio Mamberti, o espetáculo Um panorama visto da ponte, adaptação do texto do dramaturgo norte-americano Arthur Miller, será apresentado em duas sessões: sábado (2), às 21h, e domingo (3), às 20h. Os ingressos custam a partir de R$ 45.

A narrativa aborda temas atuais, como imigração, solidariedade e intolerância. Em entrevista ao Viver, Rodrigo Lombardi disse que enxerga o espetáculo como um espelhamento da realidade mundial, como se a história, criada nos anos 1950, estivesse sendo contada nos dias de hoje. "Neste momento tão difícil em que vivemos, em relação às questões migratórias e todos os tipos de intolerância, essa peça se torna necessária, porque nos provoca muitas emoções. Nos faz rir, chorar e refletir".

Em 2015, o ator participou da novela da Globo Verdades secretas e se destacou como Alex, personagem inspirado em Eddie Carbone, do texto de Miller. "Isso foi uma incrível coincidência. Quando o Carlinhos Mamberti (filho de Sérgio e produtor da peça) me convidou, ele não sabia dessa história. Eu sempre procuro bons textos, mas desta vez foi um texto que me procurou", conta.

Neste ano, Sérgio Mamberti completa 80 anos; Rodrigo Lombardi, 43. "É uma honra, um aprendizado diário e uma troca muito proveitosa com uma lenda viva do teatro brasileiro", elogia Lombardi. Os dois já trabalharam na mesma novela em 2011 (O astro), mas só agora estão juntos em cena. "O ator tem que estar no ponto certo para fazer o personagem, e vimos isso no Rodrigo. Conversamos com ele por quase dois anos e esperamos a agenda para o papel ser dele”, diz Mamberti.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.