tv 'Não vai me abalar', diz Datena sobre acusação de assédio sexual

Por: AE

Por: Estado de Minas

Publicado em: 22/01/2019 09:04 Atualizado em:

Apresentador se pronunciou ao vivo no 'Brasil Urgente' após ser denunciado pela ex-repórter Bruna Drews. Foto: Reprodução/Instagram
Apresentador se pronunciou ao vivo no 'Brasil Urgente' após ser denunciado pela ex-repórter Bruna Drews. Foto: Reprodução/Instagram
José Luiz Datena falou a respeito das denúncias de assédio sexual das quais vem sendo alvo por parte da ex-repórter da Band Bruna Drews. O apresentador comentou o caso no 'Brasil Urgente' desta segunda-feira (21).

Em seu pronunciamento, Datena afirmou que se sentiu abatido, mas que as denúncias não vão "quebrar suas pernas". Ele ainda ressaltou que "defende todas as mulheres", "vai continuar trabalhando" e confia que a "Justiça mostre o que é verdadeiro".

Por fim, fez um apelo: "Acredita em mim". 

"Faz 17, 18 anos que, só nesse tipo de programa, eu venho defendendo as mulheres brasileiras contra todo tipo de crime. Calúnia, assédio sexual, abuso sexual, feminicídio... E vou continuar fazendo isso. Eu defendo todas as mulheres."

Em seguida, Datena criticou Bruna Drews: "Agora, se uma pessoa, independente de ser mulher ou não, me acusa de uma maneira vil, é claro que eu vou ter que responder a isso e pedir que a Justiça faça justiça, mostre a pura verdade."

O apresentador também revelou que as denúncias mexeram com ele: "Eu vou continuar trabalhando. Fazendo meu papel, que sempre fiz. Me abater, é claro, abate qualquer ser humano, mas não vai me abalar a ponto de quebrar minhas pernas."

"Já enfrentei muita gente perigosa, enfrento até hoje. Já enfrentei muita calúnia, muita mentira, gente que achava que iria me destruir porque eu falo a verdade. Não é dessa vez que vou dobrar os meus joelhos, de forma alguma."

"Espero só que a Justiça mostre o que é verdadeiro. Tô dizendo isso não é pra imprensa, nem pra ninguém. É pra você, que me assiste há tanto tempo. Pra você, que me para na rua pra me tirar foto, pra sua família, que eu tenho o maior respeito."

"É por você, telespectador da Band. Acredita em mim. Porque eu tô dizendo a verdade. Eu jamais mentiria pra você. Acredita em mim, o pai de família, pai de cinco filhos e avô de seis netos, casado há 41 anos. Acredita em mim, porque a Justiça vai provar que o que eu digo é verdade", encerrou.

Entenda as denúncias de assédio sexual contra José Luiz Datena
Em entrevista ao Fofocalizando, do SBT, na última sexta-feira, 18, Bruna confirmou denúncias envolvendo Datena que foram publicadas pelo site Notícias da TV, afirmando que o fato teria ocorrido por volta do meio do ano passado.

Segundo as acusações, em uma confraternização com a equipe em um restaurante, Datena teria dito frases como "já bati muita p*** pra você, você nem imagina o quanto" e "é um desperdício você namorar uma mulher, não deve ter conhecido o homem certo".

Posteriormente, o apresentador negou as acusações, afirmando que trata-se de "calúnia" e alegando que a profissional sofreria de problemas psicológicos.

"Ele falou muito que estou delirando, que estou doente, mas eu confirmo todas as informações de assédio que foram publicadas", afirmou Bruna.

Bruna também ressaltou alguns momentos que ocorriam durante suas participações no Brasil Urgente, em que o apresentador falava sobre sua beleza durante as reportagens.

"Já me sentia muito constrangida com o assédio que sofria no ar. Era nítido meu constrangimento, sabe? Meus pais ficavam envergonhados. Mas eu precisava do salário, pagava coisas pros meus pais, tinha que sustentar uma casa, então eu aguentava."

"Quando aconteceu o assédio real, frente a frente, num restaurante, aí eu decidi mesmo que devia procurar a Justiça e denunciar. Procurei um advogado logo depois que esse assédio foi feito." 

Em seguida, a repórter explicou o motivo de ter esperado meses para realizar a denúncia: "Eles pediram pra segurar um pouco pra gente fundamentar toda a nossa história. O prazo pra gente divulgar o assédio é de seis meses. A gente esperou até o último momento pra que a gente fundamentasse a história, tivesse testemunhas."





Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.