Festival Grupos de k-Pop se reúnem no RioMar

Publicado em: 18/01/2019 19:32 Atualizado em: 19/01/2019 07:33


É difícil encontrar alguma criança ou pré-adolescente que não conheça o fenômeno “k-pop”. O termo foi criado para se referir à música pop criada na Coréia do Sul, Ásia. São grupos de moças e rapazes cantam e dançam perfeitamente, usando roupas chamativas e clipes coloridos, com super produções. O BTS, sem dúvidas o grupo mais famoso, conta com mais de 2 bilhões de visualizações no YouTube. Sensação no mundo todo, esses movimento também tem inspirado muitos de recifenses.

É por isso quem, neste fim de semana, Shopping RioMar irá realizar a primeira edição do Festival K-Pop. O evento gratuito será realizado no Piso L3 do centro e compras, sempre das 15 às 17h. No sábado, contará com shows de Heirs, Move, Soldiers e X.O Dance Team. No domingo, é a vez de Eleven, Faster - Z, Jjang e NK Project. É mais uma oportunidade para os admiradores e grupos se reunirem, assim como acontece em eventos como Supercon, Festival da Coreia e o Anima Recife.

Embora tenha virado uma febre há alguns anos, o k-pop surgiu ainda nos anos 1990, mais precisamente em 1992, com o grupo Seo Taiji and Boys. Os rapazes apareciam em programas de televisão coreanos usando traje folgados, um tipo de música que misturava o pop adolescente que fazia sucesso no mundo com o hip hop dos Estados Unidos. Também foram responsáveis por apresentar danças com coreografias marcadas e elaboradas.

No começo dos anos 2000, o ritmo começou a conquistar o Japão. Com a popularização das redes sociais e da plataformas digitais, se tornou uma febre no mundo todo. Um bom exemplo é o sucesso Opa gangnam style, do cantor Psy, que se tornou a música mais escutada da internet em 2012. Hoje, são diversos grupos, como BTS, EXO, GOT7, Monsta X, Twice, Red Velvet, Big Bang e 4minutes.

No Recife, o movimento tem ganhado diversos admiradores nos últimos anos. São jovens se reúnem para formar grupos “covers” para reproduzir as danças e competir em eventos dedicados à cultura pop oriental na cidade. Apesar de recente, essa cena é ampla e bastante competitiva: Faster Z, X.O Dance Team, Jjang, Soldiers, ACE, Heirs, Hathi Machine e Move são algumas equipes de destaque.

O All Might, idealizado por Rafaela Cabral, de 14 anos, é outro exemplo de como esse nicho tem crescido. Formado pela adolescente junto com Vitória Santos, 15, Letícia de Morais, 16, Dandara Lourenço, 13, Natália Santos, 13, e Vitória Almeida, 18, o grupo existe desde fevereiro de 2018. “Comecei a conhecer o k-pop através das minhas amigas. Nós vivíamos dançando, olhando os vídeos na internet, então eu dei a ideia de que podíamos nos apresentar nos eventos. Assim o grupo nasceu”, explica Rafaela, que ressalta que o termo “all might”, significa “tudo pode”.

“Se tivermos determinação e responsabilidade, podemos chegar onde queremos, por isso seguimos ensaiando até conseguir visibilidade”, conta a menina, que se reúne com as amigas para ensaiar em locais como o Parque da Jaqueira, na Zona Norte, um ponto em que vários grupos de jovens ensaiam, assim como o Parque Dona Lindu, na Zona Sul.

Rafaela aponta alguns motivos para gostar do gênero musical de um país localizado a mais de 17 mil km do Brasil. “Tem chamado atenção de muita gente por conta da dança, mas também tem a questão das músicas, que variam de estilo e os conceitos dos clipes. E também por causa das mensagens. Muitas meninas do meu grupo começaram a gostar após ler as letras das canções”.

SERVIÇO
Festival K-Pop RioMar
Onde: Piso L3 do Shopping Riomar (Avenida República do Líbano, 251)
Quando: sábado e domingo, sempre das 15h às 17h
Quanto: Gratuito


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.