sátira Marcelo Adnet debocha de Bolsonaro em paródia de Chaves

Por: Estado de Minas

Publicado em: 16/01/2019 19:15 Atualizado em:

Cena do esquete exibido na noite de terça-feira. Foto: Globo / Reprodução
Cena do esquete exibido na noite de terça-feira. Foto: Globo / Reprodução
O programa Tá no ar, comandado por Marcelo Adnet na TV Globo, se propõe a fazer sátiras de diversas outras atrações televisivas. Porém, na estreia da temporada 2019, nessa terça-feira (15/1), sobrou também para o novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Em um dos esquetes do programa, foi feita uma paródia com o Chaves, historicamente exibido no Brasil pelo SBT. Além da imitação dos personagens Seu Madruga, Dona Florinda, Kiko, Chiquinha, Professor Girafales e o protagonista originalmente criado pelo mexicano Roberto Bolaños, foi inserido na trama um capitão do exército que passa a ser o dono da Vila, no lugar do Senhor Barriga.

Interpretado por Adnet, ele usa alguns bordões de Jair Bolsonaro, como "tá ok?" e "Va-ga-bun-do!", na tentativa de implantar uma nova ordem na vizinhança. 

Os diálogos remonatam alguns temas polêmicos associados ao presidente e seus discursos. Na encenação, o militar manda prender Seu Madruga por conta dos atrasos nos aluguéis. "É melhor já ir pagando os aluguéis", disse ele. Ao ser levado, o pai de Chiquinha diz "Já estou me arrependendo de ter gritado 'Fora, Sr Barriga''.

O novo mandatário da Vila também dispara contra Chaves, o chamando de vagabundo por não ter casa e morar num barril, e também contra o professor Girafales, por conta da profissão, além de acusá-lo de "doutrinar os alunos".

Exibido na noite de terça-feira (15), o assunto continua sendo um dos mais comentados do dia no Twitter. O termo "VA GA BUN DO" esteve entre os cinco mais citados do país na rede social. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.