Música Trilhas do cinema são tema de concertos gratuitos da Banda Sinfônica do Recife O maestro Nenéu Liberalquino preparou um repertório composto por trilhas de filmes como King Kong, Missão Impossível e Star Wars

Publicado em: 26/11/2018 08:49 Atualizado em: 26/11/2018 08:50

Foto: Wesley D'Almeida/Divulgação
Foto: Wesley D'Almeida/Divulgação

O maestro Nenéu Liberalquino preparou um repertório composto somente por trilhas sonoras clássicas do cinema mundial para compor o programa dos concertos oficiais da Banda Sinfônica no mês de novembro. Serão duas apresentações gratuitas, uma na quarta-feira (28) e outra na quinta-feira (29), no Teatro de Santa Isabel, às 20h. Para assistir, basta retirar o ingresso na bilheteria, uma hora antes do início dos concertos, que também celebram os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

A programação começa lembrando a trilha sonora que embalou o gorila gigante mais famoso das telonas: King Kong Soundtrack Hightlights, de James Newton Howar, e arranjo de Jay Bocook. Em seguida, a Banda Sinfônica fará um passeio por vários filmes, tocando um medley de Henry Mancini, composto pelo tema do clássico Pantera Cor de Rosa, seguido por Moon River – música interpretada por Audrey Hepburn em Breakfast at Tiffany’s, que ganhou o Oscar de melhor canção original em 1961, e Baby Elephant Walk, tema da hilariante aventura norte-americana Hatari!, de 1962.

Depois A Bela e a Fera serão lembrados no palco do Santa Isabel, evocados pelo medley de Howard Ashman e Alan Menken, que reúne as músicas: Prologue, Belle, Something There e, finalmente, Beauty and The Beast. O arranjo é de Toshio Mashima. Ainda no cardápio de trilhas sonoras de animação, a Banda Sinfônica servirá ao público The Music from The Incredibles, de Michal Giacchino, com arranjo de Jay Bocook, que embalou as aventuras da família de super-heróis do filme Os Incríveis, da Pixar.

Garantindo mais adrenalina ao repertório, o programa seguirá lembrando músicas do filme Missão Impossível, compostas por Lalo Schifrin. O concerto terminará transportando o público para a galáxia, com a épica trilha sonora de Guerra nas Estrelas – Episódio III, do premiado compositor John Williams, e arranjo de Robert Smith.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.