Festa No Recife com novo projeto, Jorge e Mateus conta detalhes sobre a carreira. Confira a entrevista A dupla desembarca hoje no Classic Hall, com o novo show Jorge e Mateus Único. Além dos sertanejos, sobem ao palco também o DJ Alok e a banda Saia Rodada

Por: Mabson Rodrigues - Diario de Pernambuco

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 17/11/2018 13:40 Atualizado em: 17/11/2018 20:39

Projeto desembarca no Recife pela primeira vez. Foto: Divulgação
Projeto desembarca no Recife pela primeira vez. Foto: Divulgação
Treze anos de carreira, diversas premiações, inúmeros sucessos musicais e uma trajetória marcada por muita poesia e romantismo. Considerada uma das maiores e mais influentes duplas sertanejas do país, os cantores Jorge e Mateus retornam ao Recife neste sábado (17) para uma apresentação inovadora e inédita em solo pernambucano. Intitulado Jorge e Mateus Único, o novo projeto dos artistas desembarca no Classic Hall, em Olinda, a partir das 22h, prometendo uma noite repleta de emoção e agitação.

Com uma megaestrutura montada no verdadeiro estilo dos projetos da dupla, o super show vai contar com mais de três horas de duração, harmonizado com antigos e novos sucessos do duo goiano. Aportando pela primeira vez na capital pernambucana, o festival traz na programação além dos sertanejos, dois grandes nomes do cenário musical, o DJ Alok, eleito um dos 100 melhores disc jockeys do mundo e a banda Saia Rodada, um dos grupos de forró mais prestigiados do país. 

Apontada como a principal dupla do seguimento na atualidade, o duo já vendeu mais de 6 milhões de cópias e possuem um acervo de mais de dez álbuns e oito DVDs. Indicados ao Grammy Latino em 2013 e 2015 na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja, os cantores integram a lista dos 30 artistas mais ouvidos no exterior e colecionam mais de 5 milhões de inscritos e 2,5 bilhões de visualizações  no youtube.



Em entrevista ao Viver os músicos afirmaram que toda essa consagração é de fato a realização de um sonho construído com muito trabalho e dedicação. "Somos muito felizes com tudo o que vivemos e ainda vamos viver com a nossa carreira. Nosso grande sonho sempre foi viver de música e ver que isso se realizou é muito gratificante. Somos imensamente gratos por tudo", disse Jorge.

Presença constante na trilha sonora de vários casais pelo país afora os sertanejos ganharam notoriedade pela variedade de músicas de contexto romântico. De acordo com os artistas, a escolha do repertório é sempre uma decisão difícil, pois envolve uma série de fatores como composição, produção e principalmente aceitação público. "Procuramos sempre fazer trabalhos que tenham muito a nossa cara e mantenha a nossa essência que é falar sobre o amor e relacionamentos, na maioria das vezes. Sempre pensamos no que os nossos fãs gostariam de ouvir de nós. É uma receita que está dando certo há 13 anos", declarou Mateus. 

Evento no Classic Hall promete um misto de antigos e novos sucessos da dupla. Foto: Reprodução/Instagram
Evento no Classic Hall promete um misto de antigos e novos sucessos da dupla. Foto: Reprodução/Instagram

Segundo Jorge, a identidade também é um dos fatores cruciais na hora de montar um trabalho. "Para chegar ao resultado final do 'Terra Sem CEP' nosso novo disco, ouvimos mais de duas mil músicas, de muitos compositores do Brasil, durante o ano todo e fomos estudando as que iriam entrar no álbum. Acreditamos que o resultado veio porque é um trabalho que nos representa muito e tem muito a nossa cara", complementou a primeira voz da dupla.

Sucesso de bilheteria em todas as apresentações no estado de Pernambuco, o dueto revelou a ansiedade em voltar ao Recife e deu detalhes do projeto Único deste sábado. "Sem dúvidas estar no Recife é sempre muito bom. A expectativa está lá no alto. Somos sempre bem recebidos em Pernambuco e guardamos boas recordações do público. Os pernambucanos são incríveis e podem esperar por um show bonito, animado, caloroso, feito especialmente para vocês", finalizou Mateus. 

Serviço 
Jorge e Mateus Único 
Quando: Sábado, 17 de novembro, a partir das 22h
Onde: Classic Hall, (Av. Agamenon Magalhães, S/N - Salgadinho, Olinda)
Quanto: Arena – R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia), Frontstage – R$ 280 (inteira) e R$ 140 (meia), Pisco Lounge – R$ 300, à venda na Ticket Folia, Ingresso Prime, Recife Ingressos e online no Tic Mix.
Informações: (81) 3427-7501


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.