Mostra Exposição do fotógrafo Mateus Sá relembra eventos da infância Lugar das Incertezas entra em cartaz na Arte Plural, localizada no Bairro do Recife

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 06/11/2018 09:04 Atualizado em:

A exposição traz fotos que misturam o mundo real e o imaginário. Foto: Mateus Sá/Divulgação
A exposição traz fotos que misturam o mundo real e o imaginário. Foto: Mateus Sá/Divulgação

O resgate de um período da vida e de memórias marcantes norteia o trabalho do fotógrafo Mateus Sá, na exposição Lugar das incertezas. A mostra tem início nesta terça-feira (6), na Arte Plural Galeria (Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife), e é baseada numa série de lembranças e de acontecimentos importantes na infância do pernambucano. O evento faz parte da nova edição do Projeto Anexo e fica em cartaz até o dia 21 de dezembro - de segunda a sexta, das 13h às 19h, e aos sábados, das 14h às 18h, com visitação gratuita.

A exposição é composta por imagens que simbolizam o cotidiano infantil e o contato com a natureza, através de criações que misturam o mundo real e o imaginário. O projeto foi iniciado com uma pesquisa visual realizada no Vale da Lua, uma das áreas litorâneas do Cabo de Santo Agostinho. A mostra reúne 24 fotografias feitas entre 2014 e 2018. Segundo Mateus Sá, o trabalho constrói um universo entre a memória, a simbologia e as mitologias do local onde foi produzido, num conjunto de fatos, indícios, contos e fábulas da região.

“Quando criança, me perdi do meu tio e da minha avó durante um acampamento no Vale da Lua. O que resta desse evento é a série de indagações, de uma área de sombra imprecisa na memória. Não sei por quanto tempo estive perdido, e nem tenho certeza do que se passou naquele momento, mas carrego comigo vários enigmas daquela época. Esse projeto é o fruto de todas essas lembranças que estão vivas na minha mente”, afirma o retratista. 

Artista visual, professor universitário, produtor cultural e editor de livros, Mateus Sá, de 43 anos, é cofundador da Escola Livre de Imagem (ELI), do FotoLibras, projeto de fotografia participativa com surdos que utiliza a arte como expressão e comunicação, aumentando visibilidade dos surdos na sociedade. Lugar das incertezas já participou de eventos internacionais como o Encuentros Abiertos do Festival de La Luz (Argentina) e o FotoFest (Bolívia), além do Festival de Tiradentes (Minas Gerais), todos neste ano.

Para Mateus Sá, a realização da exposição é o marco de uma fase da sua história, principalmente por poder contar com a companhia e a colaboração de seus familiares. “Todo esse trabalho representa muito para mim, pois é um compilado de boas lembranças e memórias marcantes. As peças da mostra contam com a participação dos meus filhos. Elas reproduzem um pouco dos momentos que eu vivi lá atrás e isso me emociona demais. É uma coisa intima pessoal e especial. Eu considero o fechamento de ciclo.”

Serviço
Exposição Lugar das incertezas
Quando: desta terça-feira (6) a 21 de dezembro
Onde: Arte Plural Galeria (Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife)
Quanto: Gratuito 
Informações: (81) 3424-4431


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.