CULTURA Sambada Coco promove resgate cultural em Itamaracá Evento aberto ao público será realizado na Praia do Pilar, das 16 às 21h deste sábado.

Por: Osnaldo Moraes

Publicado em: 11/10/2018 20:19 Atualizado em: 11/10/2018 22:15

Coco de roda e ciranda vão animar o final da tarde e a noite deste sábado de feriadão em na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife. Numa realização colaborativa do Coletivo Pedra Que Canta, com o objetivo de manter viva a brincadeira e resgatar os encontros itamaracaenses de coco de roda, a Sambada Coco na Ilha promove intercâmbio entre artistas da região, expressões de artes integradas e valorização de projetos culturais e sociais locais. A animação está prevista para começar às 16h, na Colônia dos Pescadores de Itamaracá, à beira mar, na Praia do Pilar, com previsão para terminar apenas às 21h. 

Aberta a qualquer pessoa interessada, a Sambada Coco na Ilha tem como tema “Nas Resistências Colaborativas” e vai contar com a presença dos grupos Mestre Beto Santos e Coco Pé no Chão (Olinda), Mestre Allysson Velez e Coco do Seu Benedito (Recife), Menestréis Cantador (Olinda), Coco do Gavião (Recife), Coco da Conceição (Paulista). Outra atração é o projeto Nossa Cultura Tem Som (Itamaracá), formado por estudantes de escolas públicas, que resgata e valoriza as músicas de Lia de Itamaracá, Mestra Totinha e Anjinha do Coco, grandes mestras cirandeira e coquistas representantes da cultura itamaracaense. 

Também integra a programação Sambada Coco na Ilha a exposição "Nosso Silêncio Grita", de Iza Andrade (Recife). Segundo os organizadores, os trabalhos dela misturam a estética simétrica e espiritual das mandalas com feminismo negro e em forma de protesto contra o silenciamento que as mulheres negras sofrem na arte.

Serviço
Sambada Coco na Ilha - "Nas Resistências Colaborativas"
+ Exposição: "Nosso Silêncio Grita" de Iza Andrade
Neste sábado, 13/10
Colônia dos Pescadores de Itamaracá, à beira mar, Praia do Pilar
Das 16h às 21h
Informações: (81)98542-9927 (WhatsApp); (81)98418-9318 (WhatsApp)
coletivopedraquecanta@gmail.com
facebook/coletivopedraquecanta


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.