Cinema Multifacetada, Lady Gaga é protagonista do musical Nasce Uma Estrela Na nova versão do clássico, cantora assume um papel imortalizado por Judy Garland e Barbra Streisand

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/10/2018 10:22 Atualizado em: 11/10/2018 10:22

Os críticos elogiaram seu desempenho magnético, sua química com Cooper. Foto: Warner/Divulgação
Os críticos elogiaram seu desempenho magnético, sua química com Cooper. Foto: Warner/Divulgação

"No início da minha carreira, em muitas ocasiões, eu não era a mulher mais bonita da sala, mas sabia que escrevia minhas próprias canções”, confidenciou a cantora e atriz Lady Gaga a jornalistas, no Festival de Veneza deste ano, após a exibição do filme Nasce uma estrela que narra o encontro de uma cantora desconhecida com o astro country Jackson Maine, que tem problemas com o álcool. O longa estreia nesta quinta-feira nos cinemas.

A história de Ally, uma menina que pensa que seu nariz é muito grande e se esconde atrás de camadas de maquiagem tem algo de autobiográfico para a estrela americana, que protagoniza o filme ao lado de Bradley Cooper, também diretor da película. Na nova versão deste clássico do cinema, a cantora assume um papel imortalizado por Judy Garland e Barbra Streisand. Os críticos elogiaram seu desempenho magnético, sua química com Cooper.

Lady Gaga também confessa as pressões que enfrentou para que mudasse. “Eles faziam sugestões até sobre como eu deveria olhar”, lamentou a diva, que agradeceu a um jornalista por comparar seu nariz com o de outra grande diva, a soprano María Callas.

“Eu tive que ser muito forte desde o início da minha carreira”, disse ela, rejeitando as tentativas da indústria da música de reconstruí-la. “Eu nunca quis ser sexy ou como outras muheres. Queria ser como sou como artista e como mulher”, explicou. 

Gaga, de 32 anos, cujo nome é Stefani Germanotta, interpreta uma garçonete e cantora ítalo-americana que conhece o cantor country em um clube no qual interpreta a música La vie en rose, de Edith Piaf. Ela confessou que seu maior medo em relação ao papel era “ficar nua, estar vulnerável” na frente da tela. 

Desde que chegou ao estrelato em 2008, quando lançou Fame, seu álbum de estreia, Gaga tem apresentado ao mundo suas diferentes facetas. Nunca escondeu que sempre quis ser atriz. Até estudou para isso. Mas acabou deixando esse sonho de lado aos 19 anos para enveredar por outro ramo da arte: a música. 

Agora, a polivalente artista consegue, finalmente, emprestar seu talento a um grande projeto. Antes disso, ela teve outras experiências ligadas à atuação, tendo inclusive recebido um Globo de Ouro pelo seu papel na série American horror story, de Ryan Murphy. (AFP)


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.