filme Produção de Guardiões da Galáxia 3 é interrompida pela Disney O estúdio liberou os membros da equipe dos seus contratos para procurarem trabalho em outros filmes

Por: Agência Estado

Publicado em: 27/08/2018 13:46 Atualizado em: 27/08/2018 13:53

James Gunn foi demitido pela Disney em julho de 2018 após tuítes ofensivos feitos em 2008. Foto: Divulgação/Disney
James Gunn foi demitido pela Disney em julho de 2018 após tuítes ofensivos feitos em 2008. Foto: Divulgação/Disney

A Disney suspendeu a pré-produção do filme Guardiões da Galáxia Vol. 3, enquanto Kevin Feige, diretor do Marvel Studios, procura um novo diretor para o projeto. Com lançamento previsto para 2020 antes da demissão de James Gunn, o estúdio liberou os membros da equipe dos seus contratos para procurarem trabalho em outros filmes.

"O cronograma foi adiado", disse uma fonte ligada ao estúdio para a revista The Hollywood Reporter, completando que nesse momento de pré-produção só uma pequena equipe estava com contrato assinado. Segundo a revista, tanto Marvel quanto Disney ainda veem Guardiões como uma prioridade e a suspensão só vai durar até um novo diretor ser contratado.

Taika Waititi, que dirigiu Thor: Ragnarok, lançado em 2017 e que reviveu o interesse no personagem após dois filmes solo com baixa avaliação da crítica, teve uma reunião recentemente com a Disney, mas a revista não sabe dizer se foi para discutir sua possível contratação para o filme ou sobre outros assuntos.

James Gunn foi demitido pela Disney em julho de 2018 após tuítes ofensivos que o diretor fez entre 2008 e 2011 ressurgirem nas redes sociais. O elenco de Guardiões da Galáxia se posicionou contra sua demissão, mas mesmo após pressão de alguns atores ameaçando abandonarem seus contratos, o estúdio não voltou atrás na decisão.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.