Show Com ingressos quase esgotados, Laura Pausini canta pela primeira vez em Pernambuco Show da turnê Fatti Sentire será realizado neste sábado no Classic Hall

Por: Caio Ponciano

Por: Adriana Izel - Correio Web

Publicado em: 25/08/2018 14:35 Atualizado em:

Será a única apresentação da italiana no Nordeste. Foto: Divulgação
Será a única apresentação da italiana no Nordeste. Foto: Divulgação

Depois de passar por São Paulo e Brasília ao longo da semana, a cantora italiana Laura Pausini já está em solo pernambucano para se apresentar no estado. O show, que será realizado neste sábado, a partir das 22h, no Classic Hall, em Olinda, faz parte da nova turnê da cantora intitulada Fatti sentire, que é também o nome do seu 13º álbum de estúdio, lançado em março deste ano. "Esse disco carrega uma mensagem muito importante para mim. Além de ser o trabalho que comemora os meus 25 anos de carreira, é também dedicado aos mais tímidos. É sobre sentir, abrir o coração e mostrar nossa verdadeira personalidade", diz a artista, em entrevista ao Viver

Entre as novas músicas confirmadas no repertório do show, estão Non è detto, e Novo, parceria com a dupla Simone & Simaria. Além das recém-lançadas, os fãs vão poder relembrar sucessos como La solitudine, Inolvidable e Strani amori. Os ingressos estão quase esgotados, mas ainda restam entradas para camarote segundo piso por R$ 3 mil e camarote primeiro piso por R$ 4 mil, ambos para 10 pessoas. A turnê Fatti sentire estreou no mês passado na Circus Maximus, tradicional arena da Roma Antiga, na Itália, tornando Pausini a primeira mulher a se apresentar no palco do estádio. "Cantar em Roma foi uma emoção muito grande. Eu me senti honrada em ser a única mulher a se apresentar lá. O show foi incrível e será transmitido na TV italiana", revela. Depois de Pernambuco - único estado do Nordeste a receber a turnê -, a cantora embarca para Curitiba, onde se apresenta na próxima segunda-feira. 

Apesar de essa ser a primeira vez de Laura em Pernambuco, sua estreia no Brasil foi em 1994, com apenas um ano de carreira. De lá para cá, ela teve várias músicas em trilhas sonoras de novelas e fez parcerias com alguns artistas brasileiros, a exemplo de Sandy (Inesquecível), Ivete Sangalo (Le cose che vivi / Tudo o que eu vivo) e Gilberto Gil (Seamisai / Sei que me amavas). "Conheço bastante música brasileira porque escuto desde pequena. No momento, estou adorando Tiago Iorc", conta. Laura é considerada atualmente uma das cantoras mais populares da Itália. Ela é vencedora de quatro Grammys (três deles Latino), sendo a primeira italiana a vencer o principal prêmio da música internacional. Neste ano, a artista também participou da edição mexicana do reality show The voice.

Serviço
Laura Pausini - Fatti Sentire Tour
Quando: Sábado, 25 de agosto, às 22h
Onde: Classic Hall (Av. Agamenon Magalhães, S/N - Salgadinho, Olinda)
Quanto: R$ 3 mil (camarote segundo piso) e R$ 4 mil (camarote primeiro piso)
Informações: 3427-7501

[ Entrevista Laura Pausini // cantora

Como está sendo a recepção do público brasileiro?
Tem sido perfeita. Os fãs brasileiros são fiéis e sempre muito fofos comigo. Fico feliz e muito agradecida com tanto carinho. Estou ansiosa para cantar em Pernambuco, sei que os ingressos estão praticamente esgotados e fico feliz por saber que o público me escolheu para estarmos juntos durante uma noite.

Como foi gravar com Simone & Simaria?
Escrevi Novo neste ano e queria dividir a canção com alguém. Quando eu escutei as vozes das meninas, fiquei apaixonada. A energia delas também é fantástica.

Como foi sua inserção na música, não sendo parte dos cenários que normalmente ficam conhecidos mundialmente, como o norte-americano e o inglês?
Quando eu comecei, pensava que, por não ser americana, poderia ser mais difícil estar nos cenários importantes. Para os americanos é mais fácil, mas eles geralmente não cantam e nem aprendem outros idiomas. Tenho muito orgulho de ser italiana, mas, para chegar e alcançar outras nações, eu precisava aprender outras línguas. É mais difícil, só que é melhor assim.

Entre espanhol, francês, inglês e português, qual idioma você se sente mais confortável em cantar?
Na verdade, não tenho um preferido. Aprendi todos esses quatro idiomas para enriquecer minha carreira e gosto de cantar em todos eles.

Em 25 anos, sua carreira foi bastante agitada. O que você ainda pretende conquistar?
Foi mesmo bastante agitada. Sou muito realizada tanto pessoal, como profissionalmente. Mas tenho um sonho ainda, que é de ser arquiteta de interiores.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.