60 ANOS DE MADONNA Fã pernambucano que dançou com Madonna abre lanchonete temática com 'santuário' dedicado à cantora Madoninho participa de programação de shows e palestras em homenagem à diva, que está comemorando 60 anos nesta quinta-feira

Por: Emannuel Bento - Diario de Pernambuco

Publicado em: 16/08/2018 10:32 Atualizado em: 16/08/2018 15:11

O prato principal leva o nome da cantora. Foto: Gabriel Melo/DP
O prato principal leva o nome da cantora. Foto: Gabriel Melo/DP


O pernambucano Madoninho - apelido de José William da Silva - se tornou uma celebridade entre os fãs de Madonna em todo o país. Em 2015, o rapaz de 30 anos foi a um show da turnê Rebel heart, realizado na Itália, vestido de freira. Seu traje chamou atenção da produção, que convidou o recifense para subir no palco e dançar com a cantora durante a apresentação de Unapologetic bitch.

O momento foi um divisor de águas na sua vida. "Comecei a acreditar em mim, na minha sorte", conta. Quando o DVD da turnê foi lançado, mais uma surpresa: Madonna incluiu o fã nos agradecimentos. "Quando eu soube, comecei a gritar de felicidade". Seguindo o conselho de uma amiga, ele agora vai aproveitar da sua fama entre os fãs da Rainha do Pop para empreender. Nesta quinta-feira (16), em comemoração ao aniversário de 60 anos de Madonna, o recifense inaugura a Madoninho House (Rua Pindoretama, 152, Casa Amarela, Recife), uma lanchonete com temática de "divas pop". 


O evento de abertura será apenas para convidados, mas o local estará aberto ao público a partir desta sexta-feira (17). Os pratos levam nomes de cantoras como Britney Spears, Katy Perry e Lady Gaga. O pedido principal, é claro, foi batizado com o nome de sua "diva maior". "Quando alguém pede o prato, eu sugiro que poste uma foto no Instagram com a hashtag #EuComiAMadonna", diz ele, fazendo referência à faixa de sucesso de Ana Carolina.

Construída na própria residência de José, a lanchonete também conta com uma sala que se tornou uma espécie de "santuário" para Madonna. O fã criou uma exposição com todos seus itens de coleção pessoal. Discos, DVDs, revistas e posters são alguns dos objetos que podem ser vistos pelo público. Um dos destaques é o traje que ele usou quando encontrou a cantora. "Eu nunca nem lavei a roupa, só por ela ter tocado". Também é possível encontrar raridades como o livro Sex, que teve poucas cópias enviadas para Pernambuco.

Madoninho e sua coleção. Foto: Gabriel Melo/DP
Madoninho e sua coleção. Foto: Gabriel Melo/DP
"Eu espero que os fãs se identifiquem com o local da mesma forma como eu me identifico com a Madonna. Ela mudou as nossas vidas. Todo o ensinamento que ela deixou é uma escola. No meu caso, me deu forças para encarar o bullying e ser quem eu sou. Pude me expressar sem medo. Ela me fez acreditar em mim”, diz Madoninho, que se tornou fã da diva em 1998 após escutar o disco Ray of Light.

Ele também está envolvido com uma programação cultural em homenagem ao aniversário de Madonna, participando e dirigindo shows de drag queens. Um deles será neste sábado (18), na Miami Pub, durante a prévia do bloco carnavalesco Maracadonna - em fevereiro, a agremiação irá desfilar em Olinda com um boneco gigante da cantora. Além disso, José também realizará palestras motivacionais sobre como o encontro com Madonna mudou sua vida. Confira a programação abaixo:

Cultural

Dia 18
22h - Show no Termas BV (Rua Manoel Pereira, 53, Santo Amaro)
2h - Show no Macaraconna, realizado na Miami Pub (Av, Manoel Borba, 693, Boa Vista)
 
Dia 19
20h - Show na Progresso Club (Rua do Progresso, 191m Soledade)

Palestras
 
Dia 21
8h20 - UNIC Espaço de Metas Parnamirim (Rua Sebastião Alves, 88, Parnamirim, Recife)
19h - UNIC Espaço de Metas Casa Forte (Rua Mal. Rondon, 100, Casa Forte)
 
Dia 22 
9h - UNIC Casa Forte
22h - UNIC Parnamirim


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.