TV Jesus: Maria começa a sentir as dores do parto. Confira o resumo desta segunda-feira Nos campos, um pastor de ovelhas estranha o brilho intenso de uma estrela

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 30/07/2018 05:00 Atualizado em:


Segunda-feira
Na cidade de Betania, José e Maria são recebidos na casa de Adela, Abiel e as filhas Marta e Maria de Betania. Todos se emocionam ao saberem do encontro de Maria com o anjo. Barrabás observa a crucificação de Judas Galileu. O satanás aparece atrás do menino. Maria e José agradecem a acolhida de Adela e Abiel. Simeão observa a maneira grosseira como Saul trata Cívia. José e Maria chegam à casa de Sula. Eles são colocados junto aos animais. Herodes reclama dos ferimentos na pele. Zebedeu estranha a atitude de Sula. Os magos seguem pelo deserto. Os meses passam e José e Maria se adaptam à vida em Belém. Nos campos, um pastor de ovelhas estranha o brilho intenso de uma estrela. Maria começa a sentir as dores do parto.
 
Terça-feira
Herodes descansa em sua piscina com duas concubinas. No Templo de Salomão, Nicodemos conversa com Hanna, uma profetisa idosa. José pede a Barrabás para vigiar sua mula. José compra uma pomba para ofertar a Deus. Nicodemos se despede de Hanna. José e Maria se colocam diante de Anás. Simeão vê a pomba sobrevoando Jesus e se aproxima. Ele segura o bebê e ora a Deus. Herodes é avisado sobre um movimento estranho na cidade. Baltazar, Belchior e Gaspar seguem para o palácio. Simeão e Hanna dizem que Maria precisa ser forte. Baltazar flagra Barrabás roubando. Simeão fala para Caifás e Anás sobre o nascimento do Messias, mas não é levado a sério. Nicodemos fica intrigado. Baltazar livra Barrabás de ser apedrejado. Em Belém, Sula sente as dores do parto. José e Maria deixam Jerusalém. Baltazar, Melchior e Gaspar se encontram com Herodes. Os magos falam sobre a chegada de um novo rei.

Quarta-feira
Gabriel aparece diante de José a visa que eles precisam fugir com Jesus para o Egito, pois Herodes quer matar o menino. Os soldados chegam na cidade para aniquilar todos os bebês. Sula se recusa a partir com José e Maria. Um soldado os flagra fugindo e levanta a espada para matar Jesus. Sula e Zebedeu percebem que os soldados estão se aproximando. O anjo Gabriel impede que Jesus seja atacado e manda José e Maria fugirem com o bebê. Antipas parece não acreditar na ordem dada pelo pai de matar crianças inocentes. Os soldados invadem a casa de Sula. Um bebê é poupado por ser uma menina. Um dos soldados se arrepende do que fez. José e Maria seguem em direção ao Egito.

Quinta-feira
Arquelau recebe alguns judeus e se revolta. Ele ordena a morte de todos no templo. Satanás observa, satisfeito, a matança. José, Maria e os filhos encontram um pastor no caminho. Eles ficam sabendo da matança ocorrida no templo de Jerusalém e são alertados para a crueldade de Arquelau. Eles seguem para Nazaré. Alguns dias se passam e eles reencontram Ana e Joaquim. Maria descobre que Sula não conseguiu salvar seu bebê. A irmã de Maria avisa que está esperando outro filho. Anás reclama do governo de Arquelau. Maria trata Sula com carinho. Mirian escuta Asisa falando mal de Maria e joga lama nela. Sula diz que é melhor ficar longe de Maria. Joaquim agradece a Deus pela volta da filha. Vinte e seis anos se passam. João Batista aparece no deserto. 

Sexta-feira
 Iscariotes conversa com Heitor, comandante de Antipas, e diz que Herodíade é o próprio demônio. Barrabás, Simão Zelote e os outros rebeldes procuram vítimas para roubarem. Caifás é afrontado por Batista e volta para o templo. Joana se encontra com Chuza, seu marido. Ele se preocupa com o que Caifás viu no rio. Caifás briga com Judite e manda a serva Livona lhe avisar sobre os passos da esposa. Batista conversa com André e Felipe e fala sobre a chegada do Messias. Jesus permanece no deserto. Batista segue pregando às margens do Jordão. Pilatos e sua comitiva seguem viagem. Caifás fala mal de Batista para os sacerdotes. Simão Zelote e Barrabás avistam a comitiva de Pilatos se aproximando. Eles veem Petronius, o assassino de seu pai. Jesus se aproxima do rio Jordão e observa João Batista pregando.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.