Teatro Peça teatral no Recife questiona padrões sociais através de canções Em única apresentação, (Diz)Construção mistura música, teatro e dança em narrativa que lança reflexões sobre a rigidez da sociedade

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 17/07/2018 12:51 Atualizado em:

Os discursos perpassam por empoderamento de gênero, respeito à diversidade, amor ao próximo e liberdade. Foto: Wilson Lima/Divugação
Os discursos perpassam por empoderamento de gênero, respeito à diversidade, amor ao próximo e liberdade. Foto: Wilson Lima/Divugação

O espetáculo (Diz)Construção, do grupo pernambucano O Ator Completo, estreia com única apresentação nesta terça-feira (17), às 20h, no Teatro Luiz Mendonça, trazendo à tona questionamentos sobre preceitos limitantes da sociedade. A peça propõe um passeio por um repertório musical que reflete sobre o impacto de diversos padrões sociais na existência e nos valores humanos. 

Os  discursos perpassam por empoderamento de gênero, respeito à diversidade, amor ao próximo e liberdade. Com aproximadamente 1h10 de duração, o musical é costurado por 16 músicas nacionais e internacionais que reúnem mensagens de altruísmo, sororidade e autoafirmação. No palco, 20 artistas trazem suas vivências e bagagens emocionais para interpretar, dançar e cantar ao vivo músicas de Chico Buarque, Lenine, Daniela Mercury e outros nomes. 

O grupo trabalhou durante quase um mês em vivências do curso ministrado para chegar ao resultado, dirigido pelo ator e encenador Rogério Wanderley. "Colhemos as verdades de cada um e descobrimos nossa verdade coletiva - a necessidade de desconstruir ideologias e refletir sobre o que está a nossa volta e às vezes nem damos conta", explica o diretor, em comunicado à imprensa.  “Queremos mostrar as feridas abertas que nos fazem sangrar diariamente; questionar a bagunça política em nosso país; e motivar todos a terem força de vontade para lutar por igualdade, seja ela qual for”, ressalta o diretor. 

(Diz)Construção conta ainda com direção musical de Douglas Duan e coreografias assinadas por Stepson Smith.

SERVIÇO
Espetáculo (Diz)Construção
Onde: Teatro Luiz Mendonça (Parque Dona Lindu - Boa Viagem)
Quando: 17 de julho (terça-feira), às 20h,
Ingressos: R$ 20 (preço único). À venda antecipadamente pelo Sympla (https://bit.ly/2L6M43D) ou na bilheteria do teatro, até duas horas antes da apresentação. 
Mais informações: 98107-2643


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.