TV Em mudança de eixo, nova novela da Globo é ambientada em Salvador, Trancoso e Porto Seguro Segundo Sol é escrita por João Emanuel Carneiro (Avenida Brasil) e dirigida por Dennis Carvalho (Rock Story)

Por: Breno Pessoa

Publicado em: 14/05/2018 11:51 Atualizado em:

A protagonista é Luzia (Giovanna Antonelli), uma catadora de mariscos que cria sozinha os dois filhos na ilha de Boiporã. Foto: João Cotta/Globo
A protagonista é Luzia (Giovanna Antonelli), uma catadora de mariscos que cria sozinha os dois filhos na ilha de Boiporã. Foto: João Cotta/Globo

Rio de Janeiro - Ao que parece, os tradicionais cenários urbanos, sobretudo do eixo Rio/São Paulo, estão ganhando a companhia de diferentes paisagens na teledramaturgia nacional. Além da supersérie Onde nascem os fortes, atualmente em exibição e gravada no interior nordestino, a região será vista na nova novela das nove, Segundo sol, que estreia nesta segunda-feira (14). A produção da Globo é escrita por João Emanuel Carneiro (Avenida Brasil) e dirigida por Dennis Carvalho (Rock Story).

A nova trama, que substitui O outro lado do paraíso, ambientada no Tocantins, se desenvolve na Bahia, especificamente em Salvador e na fictícia ilha Boiporã.  Dennis Carvalho considera esse tipo de mudança positivo e que contribui para o desenvolvimento de uma produção “com raiz brasileira”. No entanto, ele ressalta que, “em termos de produção fica difícil, porque a novela vai se passar inteira na Bahia, mas a gente não pode gravar tudo lá, não dá tempo”.

Segundo o diretor, os primeiros 15 capítulos foram gravados exclusivamente na Bahia. Entre os cenários, além da capital, Trancoso e Porto Seguro, esta última serviu de cenário para Boiporã. “O problema é transportar equipe, elenco”, conta Carvalho sobre a inviabilidade de realizar, fora dos estúdios habituais, uma produção tão longa (prevista para durar até metade de novembro).

“A novela é concentrada na história de personagens, ela não tem grandes acontecimentos”, explica Carvalho, dizendo que a narrativa é mais contida, sem situações mirabolantes. A protagonista é Luzia (Giovanna Antonelli), uma catadora de mariscos que cria sozinha os dois filhos na ilha de Boiporã. A rotina dela é interrompida com a chegada de um homem que se identifica como Miguel (Emilio Dantas) e aluga a casa da irmã dela.

Miguel na verdade é um cantor de axé chamado Beto Falcão, que resolve se esconder no local após ser, por engano, dado como morto, e virar um grande sucesso. Ele se apaixona por Luzia, mas a relação deles é atrapalhada pela ex-namorada do músico, Karola (Deborah Secco) e da promoter Laureta (Adriana Esteves).

“É um drama familiar, de uma mulher lutando para recompor a família. A grande força são os laços familiares e a chance que todos nós merecemos de começar de novo”, explica o autor, João Emanuel Carneiro.
 
O repórter viajou a convite da Globo


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.