• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música 'Apesar de não parecer, eu sou evangélico', revela Yuri Martins, produtor de Vai Malandra e Agora Vai Sentar Hitmaker é atração da festa Rezenha, nesta sexta-feira, no Itaipava Catorze

Por: Caio Ponciano

Publicado em: 13/04/2018 14:56 Atualizado em:

Será o primeiro show do artista no Nordeste. Foto: Facebook/Reprodução
Será o primeiro show do artista no Nordeste. Foto: Facebook/Reprodução


Você pode até não conhecer o rosto do funkeiro Yuri Martins, mas certamente já ouviu algum hit produzido por ele. Tá tranquilo, tá favorável (MC Bin Laden), Agora vai sentar (MC's Jhowzinho e Kadinho), Vai embrazando (MC Zaac e Vigary), Ôh novinha (MC Don Juan) e Vai malandra (Anitta) são só algumas das faixas mixadas pelo DJ e produtor musical, conhecido por ter as "mãos de ouro" do funk. O segredo do sucesso dessas músicas pode ser explicado pelo MC Don Juan na canção Amar, amei: "Yuri Martins produziu? Mais uma que explodiu", diz ele durante a canção.

É com essa bagagem de veterano que o hitmaker, de 23 anos, chega ao Recife para fazer sua primeira apresentação no Nordeste. O show ocorre nesta sexta-feira (13), a partir das 22h, na festa Rezenha, no Itaipava Catorze (Avenida Alfredo Lisboa, S/N, Bairro do Recife). Além de Yuri, se apresentam DJ Ralk, Rafa Mesquita, Citrus Club, Korossy e o estreante Lucas Leite. Os ingressos custam R$ 100 e estão à venda na Chilli Beans, Vitabrasilnet, Recife Ingressos, Eventbrite e Bilheteria Digital.

O funkeiro, nascido na Bahia e criado no Rio de Janeiro, se aventurou na carreira pela primeira vez em 2004, quando conheceu o BPM Studio Pro, um programa utilizado pelos produtores cariocas da época. Ele passou 10 anos no funk "proibidão", até que em 2014 foi convidado para fazer parte da produtora Funk de Elite, sediada em São Paulo. "Não existe disputa entre o funk carioca e o funk paulista, somos uma só bandeira. O nosso som já tomou conta do Brasil e chegou a diversos lugares do mundo. A música Vai malandra é um grande exemplo disso", cita o sucesso de Anitta, cujo clipe acumula mais de 245 milhões de visualizações, no YouTube. A parceria com a carioca deu tão certo que rendeu mais um hit. Trata-se da faixa Indecente, cantada em espanhol e produzida junto com o norte-americano DVLP.



Por falar em colaborações internacionais, o disco de estreia do rapper Maejor (que divide os vocais com Anitta em Vai malandra) também está sendo produzido por Yuri. Além disso, o produtor tem na agenda trabalhos com Nego do Borel, Lucas Lucco e artistas do sertanejo. "Costumo sempre manter laços de amizades com todos os que produzo, gosto de mesclar ritmos e pretendo fazer muitas parcerias com dezenas de artistas nacionais e internacionais", afirma. Ele conta que está animado para tocar na capital pernambucana e promete não deixar ninguém parado. "Gosto de estar em lugares que ainda não fui e tenho certeza que será um show inesquecível. Levo comigo a alegria e vou fazer dessa noite uma das melhores", finaliza.

Entrevista // Yuri Martins

Você acredita que o funk é um ritmo que ainda sofre preconceito?
Sim, infelizmente. Mas, por outro lado, mostramos muita força e sem dúvidas o funk já faz parte da música popular brasileira. Isso aconteceu graças a diversos artistas que, ao longo dos anos, vieram consolidando o movimento, fazendo história e levando o ritmo cada vez mais longe. Todos nós temos uma grande contribuição a isso desde os anos 1990 até os dias de hoje.

Como foi trabalhar com artistas como Anitta, Lucas Lucco e Don Juan?
É sempre uma satisfação imensa fazer parcerias com esses artistas. Gosto de frisar que tenho um vínculo muito afetivo com todos que produzo, isso é fundamental. Lucas Lucco, Anitta e principalmente o Don Juan fazem parte do meu ciclo de amizades.

Quais as suas influências musicais?
Por incrível que pareça, escuto muita música gospel. Apesar de não parecer, eu sou evangélico. Mas ao longo da minha carreira, também venho acompanhando diversos produtores musicais do Rio de Janeiro e são eles as minhas inspirações mais próximas do funk.


Serviço
Festa Rezenha com Yuri Martins
Quando: Sexta-feira, 13 de abril, às 22h
Onde: Itaipava Catorze (Avenida Alfredo Lisboa, S/N, Bairro do Recife)
Quanto: R$ 100 - à venda na Chilli Beans, Vitabrasilnet, Recife Ingressos, Eventbrite e Bilheteria Digital 
Informações: (81) 9.9432-8103


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.