• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
TV BBB18: Décimo segundo paredão elimina Jéssica com 73% dos votos Agora restam cinco concorrentes na disputa pela prêmio de R$ 1,5 milhão

Por: Estado de Minas

Publicado em: 11/04/2018 08:31 Atualizado em: 11/04/2018 13:06

Ela disputou a permanência na casa com o sírio Kaysar. Foto: GShow/Reprodução
Ela disputou a permanência na casa com o sírio Kaysar. Foto: GShow/Reprodução

A personal trainer catarinense Jéssica, de 26 anos, foi eliminada do BBB18, na noite desta terça-feira (10), com 73,96% dos votos. Ela disputou a permanência na casa com o sírio Kaysar (26,04%), um dos favoritos ao prêmio de R$ 1,5 milhão. O paredão que colocou dois aliados em disputa direta se formou da seguinte forma: Breno, que havia vencido a berlinda contra o músico Viegas, ganhou a prova do líder, disputada na sequência da eliminação, no domingo (8).




Na condição de novo líder, ele indicou Kaysar para o paredão, dizendo não notar "sinceridade" e "naturalidade" no comportamento do sírio dentro da casa e afirmando julgar necessário que os concorrentes do BBB sejam sinceros "com eles mesmos e com o público". 

Em votação aberta para definir o segundo indicado, Jéssica recebeu os votos de Gleici e da família Lima e se tornou a segunda emparedada. A ordem dos votos obedeceu a um sorteio, e Paula votou depois de Kaysar (que indicou a empresária mineira) e de Jéssica (que votou em Gleici). 

A personal trainer ficou irritada ao perceber que poderia ter evitado o paredão, caso ela e Kaysar também tivessem votado na família Lima. "Eu jurava que a Paula ia votar em mim", dissa ela, comentando a formação do paredão. Ela ainda afirmou que os dois foram "burros" e erraram por não terem adotado outra estratégia. 

No início do programa, Jéssica se aproximou de Lucas e Jaqueline - eliminada na segunda semana. Por sua vez, foi a sua relação com o empresário que desatou uma das maiores polêmicas desta edição do BBB, dentro e fora da casa. 

Lucas era noivo de Ana Lúcia Vilela, com quem namorava havia cinco anos e, mesmo assim, não deixou de se envolver com a personal trainer. A intimidade que os dois desenvolveram no programa passou a ser interpretada como uma espécie de namoro pelos demais confinados e também por uma boa parte do público, que deu a Lucas apelidos como "o fiel de Taubaté", em referência à "grávida de Taubaté", que forjou uma gestação de quadrigêmeos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.