• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
arrependimento Homem que vazou fotos de Paolla Oliveira nua pede desculpas: 'Não fiz por maldade' O homem, de 41 anos, admitiu o erro e pediu desculpas pelo ato

Por: Estado de Minas

Publicado em: 12/03/2018 13:52 Atualizado em: 12/03/2018 15:30

Paolla Oliveira manifestou repúdio à divulgação das imagens. Foto: TV Globo/Divulgação
Paolla Oliveira manifestou repúdio à divulgação das imagens. Foto: TV Globo/Divulgação


A atriz Paolla Oliveira foi tomada de surpresa na última semana quando fotos suas completamente nua começaram a circular pela internet. As imagens foram feitas clandestinamente por um operador de câmera durante a gravação da série Assédio. O homem, que não teve a identidade revelada, afirma ter enviado as imagens para um grupo de amigos em uma rede social. Depois disso, as fotos vazaram na internet. 

Em entrevista ao portal R7, o homem, de 41 anos, admitiu o erro e pediu desculpas pelo ato. "Eu estou tentando ainda me reerguer dessa história. Imagina para um profissional com 25 anos de profissão ter que lidar com esse tipo de situação nesse momento da vida e ter que recomeçar tudo de novo. Eu pretendo me reerguer, porque eu não fiz por maldade e eu não quero que isso seja exemplo de conduta para ninguém. Eu estou completamente arrependido", afirmou.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

A publicação não divulgou o nome do homem e, na matéria, se refere a ele como J. L. O profissional, experiente no ramo, já participou de grandes produções, como o clipe de Vai malandra, da cantora Anitta. "Eu mandei uma carta para a produção executiva do projeto, para eles enviarem para ela, justamente para eu me retratar com a atriz. A única pessoa com quem eu preciso me retratar é ela, eu não devo explicação para mais ninguém", concluiu.

Em post publicado no Instagram, Paolla manifestou repúdio à divulgação das imagens, em que ela aparece se despindo de costas, usando um tapa sexo. "O que para mim é trabalho se transformou em oportunidade para alguém tentar tirar vantagens. O que esta pessoa ganhou com isso? Dinheiro, fama, cliques, likes, popularidade? Pouco importa. Pois o que ele (ou ela) fez para obter isso é crime previsto na lei", escreveu.

Por meio de nota oficial, a Rede Globo informou que procurou as autoridades policiais e promete aprimorar as medidas de segurança adotadas durante a gravação de seus produtos. "Estamos ao lado de nossa atriz Paolla e não pouparemos esforços para que sejam identificados os culpados e aplicadas as punições previstas na lei", diz o comunicado. 

Assédio é uma série inspirada na vida do especialista em inseminação artificial Roger Abdelmassih, sentenciado a 181 anos de prisão pelo estupro de mais de 30 mulheres. Paolla interpreta uma paciente que se apaixona pelo médico. A atração será exibida pela Globo em sua nova plataforma de streaming.

Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.