• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música 'Cheguei a odiá-lo', desabafa Joelma sobre o pai, que espancava a mãe dela Violência contra a mulher é tema de parceria entre Marília Mendonça e a paraense, que faz show no Recife nesta sexta-feira

Por: Caio Ponciano

Publicado em: 09/03/2018 08:01 Atualizado em: 09/03/2018 06:06

Joelma em coletiva de imprensa no Clube Metrópole. Foto: Ricardo Fernandes/DP
Joelma em coletiva de imprensa no Clube Metrópole. Foto: Ricardo Fernandes/DP


Depois de ter deixado a Banda Calypso, a cantora Joelma está cada vez mais apostando em sua carreira solo. Aproveitando a data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a artista paraense divulgou nesta quinta-feira (8) a música Perdeu a razão, em parceria com Marília Mendonça. A letra aborda a violência doméstica contra a mulher, tema que faz a cantora lembrar de momentos difíceis da infância. "Quando eu tinha 8 anos, presenciei meu pai chegando bêbado em casa e batendo na minha mãe. Cheguei a odiá-lo. Por causa desse sentimento ruim, liguei para ele antes da gravação do meu DVD e o perdoei. Guardar coisas ruins impede você de ser feliz", disse a artista em coletiva de imprensa no Clube Metrópole - voltado para o público LGBT. É lá que a cantora se apresenta pela primeira vez nesta sexta-feira (9).

Siga o Viver no Instagram

A artista, que é evangélica, chegou a declarar em entrevista que acredita na "recuperação" dos homossexuais, fazendo uma comparação com dependentes químicos. "Meu melhor amigo é gay. Para quem eu conto tudo da minha vida. O que cada um faz de sua vida não é da conta de ninguém. Se eu casar com um homem ou com uma mulher, ninguém deve se meter", disse a cantora, que possui um público gay bastante fiel. "Minha relação com os fãs é a melhor possível. Depois dos shows faço questão de atendê-los, a gente conversa e também trocamos 'puxões de orelha'".

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

Sobre ter sido uma das primeiras mulheres a cantar música "brega", onde os homens eram a maioria, Joelma disse que se sentiu realizada ao alcançar um sucesso inesperado. "Meu sonho era vender 10 mil cópias de discos e eu estaria realizada. Chegamos a 17 milhões. Foi algo que nunca passou pela minha cabeça", relembra. Na nova música Perdeu a razão, além da participação de Marília - voz conhecida no sertanejo -, é possível identificar acordes de sanfona na faixa. Joelma garante que não mudou de estilo musical. "A essência da minha carreira eu não perco jamais. Sempre misturei muitos elementos em minhas músicas. Doce mel (um dos clássicos da Banda Calypso), por exemplo, é uma 'bachata'. Nessa nova, só juntamos o sertanejo da Marília com minha música do Pará e chegamos a esse resultado", disse sobre a música que a princípio ela hesitou em gravar, mas que ao ver uma campanha de violência contra a mulher, percebeu o quanto a mensagem é forte e não poderia deixar passar. 

Perdeu a razão é apenas a primeira de quatro músicas que Joelma pretende lançar ainda este ano. A próxima é mais uma parceria, dessa vez com o cantor Zé Felipe em Se vira aí, que teve o clipe gravado no Pará. O show de Joelma no Clube Metrópole vai contar com uma estrutura diferenciada com passarela e painéis de led. Os ingressos ainda podem ser adquiridos através do site Sympla ou na loja Chilli Beans do Shopping Boa Vista por R$ 60.

Ouça Perdeu a razão:



Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.