• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão 2ª temporada de 13 Reasons Why não vai mudar após denúncias de assédio Autor Jay Asher, em cujo livro a série é baseada, não terá envolvimento direto no próximo ano do programa

Por: Agência Estado

Publicado em: 14/02/2018 18:07 Atualizado em: 14/02/2018 18:14

A data de lançamento da segunda temporada ainda não foi divulgada. Foto: Netflix/Reprodução
A data de lançamento da segunda temporada ainda não foi divulgada. Foto: Netflix/Reprodução


A já planejada segunda temporada de 13 reasons why, série da Netflix, não será afetada pelas recentes alegações de assédio sexual contra o autor Jay Asher. A Netflix divulgou comunicado nessa terça-feira (13) dizendo que Asher não está envolvido na nova temporada, agendada para sair este ano. O serviço de streaming acrescentou que a série "não será impactada". O best-seller de Asher, de 2007, sobre uma adolescente suicida é a base da popular série.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

Na segunda-feira (12) a Associação de Escritores de Livros Infantis e Ilustradores disse que Asher foi expulso da organização por reclamações de assédio. A Federação de Escritores de Oklahoma já havia cancelado um evento com o autor em maio. Asher disse que escolheu deixar a associação e que foi ele a vítima de um assédio. Em um e-mail, ele reconheceu ter envolvimentos "consentidos com adultos".

"Estou envergonhado de mim mesmo e da dor que nossas ações causam em nossas famílias", escreveu. "Durante a última década de assédios relacionados a esses envolvimentos, eu nunca retaliei. Vou seguir deixando meus acusadores na condição anônima para poupá-los de ainda mais sofrimento", finalizou. 13 reasons why é uma série do serviço de streaming Netflix que foi inspirada em um livro homônimo. A trama mostra a história da jovem Hannah Baker, interpretada pela atriz Katherine Langford, que se suicida mas antes grava vídeos explicando os motivos pelos quais cometeu o ato. O seriado aborda temas como bullying, assédio moral e sexual. 

Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.