• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Literatura Cepe divulga vencedores do Prêmio Nacional de Literatura O pernambucano Ricardo Braga conquistou o primeiro lugar na categoria Contos com a obra A Flor Lilás e Outros Contos

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/01/2018 22:01 Atualizado em:

Ricardo Braga é mestre em ecologia e doutor em engenharia hidráulica e saneamento. Foto: Cepe/Divulgação
Ricardo Braga é mestre em ecologia e doutor em engenharia hidráulica e saneamento. Foto: Cepe/Divulgação

Criado em 2015 dentro das comemorações dos 100 anos da  Imprensa Oficial do Estado, o Prêmio Cepe Nacional de Literatura teve seus vencedores de sua terceira edição revelados nesta quinta-feira (11). Houve apenas uma obra pernambucana dentre os ganhadores, na categoria Conto, com A flor lilás e outros contos, de Ricardo Braga. O destaque na categoria Romance foi Anjo negro: a história secreta de GV, do paulista Paulo Schmidt.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Em Poesia, venceu a foi a carioca Rita Isadora Pessoa, com Uma mulher sob a influência de um algorítimo. Na categoria Infantojuvenil, a campeã foi a paulista Renata Penzani, autora de A coisa brutamontes. Desta vez o Prêmio Cepe Nacional de Literatura contou com 450 inscrições, sendo 173 na categoria Infantojuvenil, 128 em Poesia, 88 em Romance e 61 em Contos. Na próxima edição, as inscrições serão realizadas apenas através de um sistema online.

Para decidir os vencedores, a premiação contou com duas comissões seletivas. A pré-seleção responsável por decidir quais seriam as dez obras finalistas de cada categoria foi formada pelos escritores Hugo Viana, Gerusa Leal, Alexandre Furtado e Raimundo Moraes. A comissão do prêmio final ficou com os escritores Ricardo Lísias (SP), Andrea del Fuego (SP) e o professor de Literatura Lourival Holanda (PE).

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.