• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música No Recife, Caetano Veloso recorda e elogia filme pernambucano O Som ao Redor: 'Divino' Cantor recordou do longa-metragem de Kleber Mendonça Filho ao observar a paisagem do bairro de Boa Viagem

Por: Emannuel Bento - Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/01/2018 21:01 Atualizado em:

Cantor está em Recife para realizar o show Caetano Moreno Zeca Tom Veloso. Foto: Instagram/Reprodução
Cantor está em Recife para realizar o show Caetano Moreno Zeca Tom Veloso. Foto: Instagram/Reprodução

Caetano Veloso já está em Recife para realizar o show Caetano Moreno Zeca Tom Veloso no Teatro RioMar, no bairro do Pina, nesta quarta-feira (10). Em um vídeo divulgado no Instagram nesta terça-feira (9), o cantor relembrou o filme pernambucano Som ao redor, de Kleber Mendoça Filho, ao observar a paisagem do alto de um prédio em Boa Viagem, Zona Sul da cidade. "Som ao redor, é lá que aparecem esses prédios assim. É bem o ambiente do Som ao Redor. O filme é divino", elogia o músico. "Isso aqui é Boa Viagem, ainda existe o Recife mesmo', concluiu, se referindo a quantidade de prédios do bairro.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Em 2013, na época do lançamento do longa-metragem ambientado na Zona Norte do Recife, Caetano teceu elogios ao filme em uma crítica em sua coluna no jornal O globo: "Raramente um diretor encontra com tanta precisão o tom do filme que deve e quer fazer", escreveu. "É um dos melhores filmes brasileiros de sempre. É um dos melhores filmes feitos recentemente no mundo. Gonzaga, Brown, Clarindo, axé, Glauber, Ivan Lins, todos se engrandecem com isso. Deve-se isso ao tom encontrado por Kleber", opinou.

Em outro trecho, o artista cita justamente a paisagem de edifícios que compõe alguns bairros da cidade: "Não há pontes nem Marco Zero, não há sobrados nem maracatu. Mas os prédios feios, as decorações tolas, a fantasmagórica percepção do dia a dia dos recifenses de agora deixa entrever todas as nuances da sociedade pernambucana, de toda a sociedade brasileira mirada daquele ângulo".

No show que será realizado nesta quarta-feira, Veloso irá tocar violão. Moreno, Zeca e Tom se revezarão nos instrumentos. No repertório, haverão músicas como O leãozinho, Reconvexo, Um canto de Afoxé para o Bloco do Ilê e Todo homem, sendo esta última uma composição de Zeca Veloso. 

Confira a publicação:


Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.