• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão e Cinema Globo de Ouro: Big Little Lies e Três Anúncios Para Um Crime são destaque em noite de protestos Atrizes vestiram preto, simbolizando um protesto contra os assédios sexuais na indústria. Veja os vencedores

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Por: Correio Braziliense - Correio Braziliense

Publicado em: 08/01/2018 09:02 Atualizado em: 08/01/2018 09:20

Atrizes de Big Little Lies, uma das séries mais contempladas da noite. Foto: AFP Photo
Atrizes de Big Little Lies, uma das séries mais contempladas da noite. Foto: AFP Photo

A 75ª edição da cerimônia de entrega do Globo de Ouro, celebrada na noite deste domingo (8), foi marcada pelo preto. A cor foi a escolhida pelas atrizes presentes no evento para protestar contra a onda de assédio sexuais na indústria cinematográfica e deu o tom da premiação, permeada por discursos fortes. A noite teve apresentação de Seth Meyers, que chamou ao palco os convidados para conceder as estatuetas dadas pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

A série Big little lies e o filme Três anúncios para um crime foram os grandes vencedores, com quatro prêmios cada. A produção da HBO, além de se consagrar como Melhor Minissérie ou Filme para TV, rendeu uma estatueta a Nicole Kidman (Melhor Atriz Em Minissérie), que citou o poder das mulheres no discurso, Alexander Skarsgård (Ator Coadjuvante) e Laura Dern (Atriz Coadjuvante). 

Uma das favoritas, The handmaid's taile (ainda inédita no Brasil, distribuída pelo serviço de streaming Hulu) levou o prêmio de Melhor Série de Drama e Melhor Atriz para Elisabeth Moss. This is us, da NBC, foi lembrada graças a Sterling K. Brown, que ficou com o troféu de Melhor Ator em Série de Drama. Master of none, produção da Netflix, rendeu ao seu criador e protagonista, Aziz Ansari, o prêmio de Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical. 

Elenco de produção de Três Anúncios Para Um Crime, dirigido por Martin McDonagh. Foto: AFP Photo
Elenco de produção de Três Anúncios Para Um Crime, dirigido por Martin McDonagh. Foto: AFP Photo


Aos 101 anos de idade, Kirk Douglas compareceu para anunciar o roteiro premiado da noite: Três anúncios para um crime. No palco, quem recebeu o prêmio foi o diretor e roteirista Martin McDonagh, um diretor de prestígio, desde 2008, com a sagaz comédia Na mira do chefe. McDonagh viu a fita ser laureada ainda pela melhor atriz (Frances McDormand), melhor ator coadjuvante (Sam Rockwell, tirando o ouro dos colegas Willem Dafoe e Christopher Plummer), e melhor filme na categoria drama. No enredo, autoridades querem que permaneça nebulosa a violenta morte de uma moça.
 
A forma da água, assinado pelo mexicano Guillermo del Toro, uma ficção científica datada nos anos de 1960 levou reconhecimento, como esperado, de ter o melhor diretor. O filme conquistou ainda pela trilha sonora. Lady Bird, mesmo com a diretora e roteirista Gina Gerwig preterida, faturou prêmios de melhor comédia e de melhor atriz (Saoirse Ronan). A fita conta o alçar de voo de uma moça que quer se afirmar nas artes.
 
A melhor atriz coadjuvante em filmes foi Allison Janney, por Eu, Tonya!. No filme, ela faz o papel de uma mãe de comportamento muito bizarro. Entre os títulos que conquistaram apenas um troféu estiveram O rei do show, O artista do desastre e O destino de uma nação - este último vencedor de melhor ator para Gary Oldman. Na fita, ele encarna o estadista (nem tão amado) Winston Churchill. Em pedaços (um filme alemão), sobre ação terrorista, levou como melhor filme estrangeiro, e a bela e agitada animação Viva: A vida é uma festa sagrou-se a melhor, em mais uma conquista da Pixar.

A apresentadora Oprah Winfrey foi a homenageada desta edição com o prêmio Cecil B. DeMille, concedido a Meryl Streep no ano passado. Comunicadora escolada, apresentou um discurso completo que aliou palavras contra racismo e machismo. Ela impactou muito, ao citar uma mulher chamada Reese Taylor, morta há 10 dias, e que, em 1944, foi abusada por seis homens armados, após deixar um culto em igreja.

"Quero que todas as meninas que estão nos assistindo agora saibam que há um novo dia no horizonte.  E quando finalmente esse dia nascer, será por causa de muitas das mulheres magníficas - muitas das quais estão aqui nesta sala esta noite - e alguns homens especialmente fenomenais, que lutam duro para assegurar que elas se tornem as líderes que nos conduzam a um tempo em que ninguém nunca mais tenha que dizer 'eu também' de novo", disse Winfrey.


Confira a lista completa de vencedores: 

CINEMA

Melhor filme de drama
Três anúncios para um crime

Melhor filme de comédia
Lady Bird

Melhor direção
Guillermo del Toro

Melhor ator em drama
Gary Oldman, O destino de uma nação

Melhor atriz em drama
Frances McDormand, Três anúncios para um crime

Melhor ator em comédia
James Franco, O artista do desastre

Melhor atriz em comédia
Saoirse Ronan, Lady Bird

Melhor ator coadjuvante
Sam Rockwell, por Três anúncios para um crime

Melhor atriz coadjuvante
Allison Janney

Melhor roteiro
Martin McDonagh (Três anúncios para um crime)

Melhor canção
This is me, de O rei do show

Melhor trilha sonora
Alexandre Desplat, A forma da água

Melhor animação
Viva: a vida é uma festa

Melhor filme estrangeiro
Em pedaços (Alemanha / França)

TELEVISÃO

Melhor série de drama
The handmaid's tale

Melhor série de comédia
The marvelous Mrs. Maisel

Melhor ator em série de drama
Sterling K. Brown, This is us

Melhor ator coadjuvante
Alexander Skarsgard, Big little lies

Melhor atriz em série de drama
Elisabeth Moss, The handmaid's tale

Melhor atriz em série de comédia
Rachel Brosnahan, The marvelous Mrs. Maisel

Melhor ator em série de comédia
Aziz Ansari

Melhor minissérie ou telefilme
Big little lies

Melhor atriz em minissérie ou telefilme
Nicole Kidman, Big little lies

Melhor atriz coadjuvante
Laura Dern

Melhor ator em minissérie ou telefilme
Ewan McGregor, Fargo

Acompanhe o Viver no Facebook: 




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.