• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Vandalismo Estátua de Naná Vasconcelos no Marco Zero está depredada há mais de dois meses O berimbau do monumento, mantido pela Emlurb, foi roubado e até agora não foi reposto

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 04/01/2018 08:03 Atualizado em: 03/01/2018 22:31

Estátua do artista continua sem o berimbau. Foto: Viver
Estátua do artista continua sem o berimbau. Foto: Viver

A estátua de Naná Vasconcelos, localizada no Marco Zero, no Bairro do Recife, está há dois meses sem o berimbau, instrumento que marcou a carreira do percussionista. O objeto foi roubado em um ato de vandalismo durante o mês de novembro do ano passado. Procurada pelo Viver, a Emlurb - órgão responsável pela manutenção do monumento - informou que já entrou em contato com o artesão da obra, Demétrio Albuquerque, e que intervenção deverá ser concluída até o período pré-Carnaval.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre  

O monumento de concreto foi erguido no dia 22 de fevereiro de 2017, às vésperas do carnaval, integrando o Circuito da Poesia - também composto por estátuas de personalidades como Manoel Bandeira (Rua da Aurora), Clarice Lispector (Praça Maciel Pinheiro) e Luiz Gonzaga (Praça Mauá). A estátua de Vasconcelos fica sob um totem de alfaias e custou R$ 35 mil. No local, ainda há uma placa informativa com um QR Code que fornece informações sobre obra e a biografia do pernambucano.

O Marco Zero foi o local escolhido para sediar o monumento por ter sido importante da carreira de Naná. Era lá que ele comandava centenas de batuqueiros na cerimônia de abertura do carnaval do Recife em um tradicional cortejo com as nações de maracatu de baque. Nesta quarta-feira (3), a Prefeitura do Recife anunciou que a festividade será transferidas para a quinta-feira (8), no encerramento da semana pré-carnalesca. O músico faleceu em março de 2016, após enfrentar um câncer de pulmão. 

Confira a nota oficial da Emlurb:

A Emlurb informa que já entrou em contato com o artesão da obra, Demétrio Albuquerque, para restaurar a estátua de Naná Vasconcelos, situada no Marco Zero do Recife e que foi alvo de vandalismo no final do ano passado. A intervenção deverá ser concluída até o período pré-Carnaval, para que a obra volte a embelezar o local. A estátua, uma homenagem da Prefeitura do Recife ao artista, foi instalada no local mais importante do município e onde Naná teve uma ligação histórica com o Carnaval da cidade. A Prefeitura entende que as obras que compõem o Circuito da Poesia são um patrimônio do Recife e de sua população, e reforça que é necessária a colaboração de todos e da imprensa para denunciar e coibir esses atos de depredação que empobrecem a nossa cultura.

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.