• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música Festival promove shows gratuitos em celebração à cultura negra em Olinda Cena Brasil chega a 15ª edição com dois dias de programações culturais

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 15/12/2017 10:10 Atualizado em: 15/12/2017 09:26

Shows ocorrem na Praça do Fortim do Queijo, em Olinda. Fotos: Cena Brasil/Divulgação
Shows ocorrem na Praça do Fortim do Queijo, em Olinda. Fotos: Cena Brasil/Divulgação
 

A Praça do Fortim do Queijo, na beira-mar do Sítio Histórico de Olinda, se tornará sede da 15ª edição do Festival Cena Brasil, neste sábado (16) e domingo (17). Com dez apresentações culturais gratuitas de atrações locais e internacionais, atos políticos, oficinas e homenagem ao Dia Nacional do Maracatu, o evento reforça a luta em prol da igualdade racial. Entre os shows programados, estão previstas performances de nomes como Valdi Afonjah, Jorge Riba, Lamento Negro e Pax Nindi (Zimbábue).

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

No primeiro dia de evento, as apresentações acorrem a partir das 18h. No local, se apresentam o Coco na Pisada do Mestre, unindo o tradicional coco de roda com elementos do xaxado, hip hop, e maracatu; o veterano Valdi Afonjah, que celebra 30 anos de carreira com performance voz e violão, na qual interpreta canções autorais e músicas de nomes como Luiz Melodia, Jorge Mautner, Belchior e Bob Marley em reggae; o retorno aos palcos do grupo pernambucano de rock Carranza, após um hiato de 12 anos; e performance da banda Zé Lamúria. 

No domingo (17), o Cena Brasil recebe o reggae permeado de influências regionais da banda Marlevou; o guitarrista africano Pax Nindi, que se une a músicos locais para reverenciar o reggae; o projeto Ancestral, do cantor e compositor recifense Jorge Riba; apresentação do Maracatu Nação Camaleão; e o grupo de afropop e samba-reggae olindense Lamento Negro. O festival se encerra com performance do projeto Vem Dançar Olinda.

Segundo a produção do evento, as atrações foram selecionadas através de convocatória, que contou com mais 300 inscritos. Nesta edição, foi escolhido o tema Dignidade Urbana e Paz, que norteia os debates e manifestos programados para os dias de festival. O evento será marcado ainda pela realização de uma ato político cultural em defesa da igualdade racial, promovido por ativistas da Consciência Negra de Olinda e representantes de grupos e manifestações de origem afro-brasileira. 

Outra ação afirmativa prevista é a celebração da instauração do Dia Nacional do Maracatu, aprovado por unanimidade pela Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados no início do mês. A lei institui o dia 1º de agosto, data que já é celebrada em Pernambuco desde 1997, como Dia Nacional do Maracatu. O Cena Brasil conta ainda com atividades de capacitação, em duas oficinas: rádio e filmagem, com aulas teóricas e práticas. 

Confira a programação completa:

Sábado (16), a partir das 18h
- Coco na Pisada do Mestre
- Valdi Afonjah
- Carranza 
- Zé Lamúria

Domingo (17), a partir das 15h
- Marlevou
- Pax Nindi
- Ancestral (Jorge Riba)
- Maracatu Nação Camaleão
- Lamento Negro 
- Vem Dançar Olinda

SERVIÇO:
15º Festival Cena Brasil
Quando: sábado (16), a partir das 18h, e domingo (17), a partir das 15h
Onde: Pátio do Fortim do Queijo (Rua Manuel Borba, Carmo, Olinda)
Quanto: gratuito

Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.