• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Violência Naldo é preso por posse de arma após ser acusado pela esposa, Moranguinho, de agredi-la Cantor foi preso em flagrante após ter pistola e munições encontradas em sua residência

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 06/12/2017 14:26 Atualizado em: 06/12/2017 14:49

Naldo foi detido nesta quarta-feira após ter arma encontrada pela polícia. Foto: Facebook/Reprodução
Naldo foi detido nesta quarta-feira após ter arma encontrada pela polícia. Foto: Facebook/Reprodução

O cantor e compositor Naldo Benny foi preso em flagrante, nesta quarta-feira (6), por posse ilegal de arma de fogo. O artista é investigado por violência doméstica, injúria e ameaça após a esposa, Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, ter denunciado as agressões na Delegacia de Atendimento à Mulher do Rio de Janeiro. Durante uma ação de busca e apreensão executada pela polícia na casa do artista, foram apreendidas uma pistola e quatro munições. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

No último sábado (2), Ellen Cardoso denunciou o cantor por agredi-la com socos, tapas e puxões de cabelo após uma discussão. A ex-dançarina revelou ainda que Naldo possuía em casa uma arma não registrada. Durante a ação de busca e apreensão, policiais da Delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro, encontraram uma pistola calibre 7,65. 

A informação foi confirmada pela assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro, que afirmou que o cantor responde ainda a inquérito por lesão corporal, ameaça e injúria. "Agentes da DEAM Jacarepaguá, por determinação da Delegada Viviane Costa, prenderam em flagrante no dia de hoje (06/12) Ronaldo Jorge da Silva, cantor conhecido como Naldo Benny, por posse de arma de fogo e munições. Segundo informações, Naldo responde como autor em inquérito policial por lesão corporal, ameaça e injúria, o que culminou no mandado de busca e apreensão em sua residência, onde foi encontrada uma pistola calibre 7,65 e quatro munições", comunicou o órgão, em nota.

Acompanhe o Viver no Facebook: 




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.